Arquivo

Archive for the ‘Romance’ Category

The Duchess – 2008 (A Duquesa)

Seu Fosse Hoje, Seria Divórcio ou Assassinato, Mas Acabou Sendo, Boca Calada e Amante na Mesa!

duchess_ver2 Direção: Saul Dibb
Com: Keira Knightley, Ralph Fiennes, Hayley Atwell, Charlotte Rampling, Simon McBurney, Dominic Cooper, Aidan McArdle.
Local de Filmagem: Bath, Somerset, England, UK; Chatsworth House, Edensor, Derbyshire, England, UK; Clandon Hall, Guildford, Surrey, England, UK – (Devonshire House interiors); Dining Room, Basildon Park, Lower Basildon, Berkshire, England, UK – (Dining room in the Devonshires’ rented house in Bath)
; Entrance Hall, Osterley Park House, Isleworth, Middlesex, England, UK – (Society ball at Lady Melbourne’s house); Fakenham, Norfolk, England, UK; Greenwich, London, England, UK; Holkham Hall and Estate, Norfolk, England, UK – (Devonshire House dining room); Kedleston Hall, Kedleston, Derbyshire, England, UK – (Devonshire House interiors)
; King William Walk, Greenwich, London, England, UK; Library, Kedleston Hall, Kedleston, Derbyshire, England, UK – (Library in Althorp House); Marble Hall, Kedleston Hall, Kedleston, Derbyshire, England, UK – (Banquet where Georgiana’s hair catches fire); National Maritime Museum, Greenwich, London, England, UK – (exteriors); Old Vic Theatre, Bristol, England, UK; Royal Crescent, Bath, Somerset, England, UK; Somerset House, Strand, London, England, UK – (Devonshire House exteriors); The Saloon, Kedleston Hall, Kedleston, Derbyshire, England, UK – (Entrance hall in the Devonshires’ rented house in Bath); Twickenham Film Studios, St Margarets, Twickenham, Middlesex, England, UK; University of Greenwich, Greenwich, London, England, UK; Wells-next-the-Sea, Norfolk, England, UK e West Wycombe Park, West Wycombe, Buckinghamshire, England, UK.
Produção: Michael Kuhn, Gabrielle Tana
Roteiro: Jeffrey Hatcher, Anders Thomas Jensen, Saul Dibb e adaptação da obra da autora  Amanda Foreman
Fotografia: Gyula Pados
Estúdio: Boom/ BBC Films/ Magnolia Mae Films/ Pathe Productions/ Qwerty Films

The Duchess (2008)

O filme retrata com excelência a vida da Duquesa de Devonshire, Georgiana Cavendish, interpretada por Keira Knightley [The Edge of Love (2008), Atonement (2007) e Pirates of the Caribbean: At World’s End (2007)] – que foi uma aristocrata e socialite britânica do século XVIII, que nasceu em 7 Junho de 1757 e morreu, aos 48 anos, em 30 de Março de 1806.

De beleza invejada nas rodas sociais inglesas, Georgiana usou um pouco mais do que suas influências para participar do cenário político, numa época em que o direito de voto ainda levaria um século para ser concedido às mulheres.

The Duchess 01

No entanto sua participação no cenário político não fora sua única atividade social. Georgiana era uma mulher obcecada pelo jogo de cartas, com altas apostas em dinheiro, que ao morrer deixou uma dívida imensa para sua família arcar.

Durante as aparições que ela fazia nas campanhas políticas e nos salões da alta sociedade, Georgiana era muitíssimo elogiada, bem como inspiradora, pelo seu senso fashion e bom gosto ao usar belos chapéus, perucas imensas e vestidos deslumbrantes, além dos sapatos que eram sempre muito bem escolhidos.

Foi a própria Georgiana quem apresentou o Duque de Devonshire, interpretado por  Ralph Fiennes [In Bruges (2008), Harry Potter and the Order of the Phoenix (2007) e Maid in Manhattan (2002)], à sua amante e futura segunda esposa, Lady Elizabeth Foster, Bess, interpretada por Hayley Atwell [Cassandra’s Dream (2007), Brideshead Revisited (2008) e How About You (2007)], filha do 4.° Conde de Bristol.

The Duchess 04

Bess” era a melhor amiga de Georgiana, que tolerou o “ménage à trois” por muitos anos. Contudo, a Duquesa também cometeu adultério: seu caso com Charles Grey interpretado por Dominic Cooper [Mamma Mia! (2008), The Escapist (2008) e An Education (2009)], 2° Conde Grey resultou no nascimento de uma filha, Eliza, em 1792.

Quando Georgiana morreu, William,  pôde casar-se com Bess Foster e, imediatamente, providenciou uma nova amante.

Não, eu não contei o filme, na realidade essa é a história verdadeira de GeorgianaDuquesa de Devonshire, Georgiana Cavendish – que você poderá encontrar, em sites específicos sobre a história britânica, na internet. No site Wikipedia (já coloquei o link no nome) você poderá encontrar a bibliografia mais completa sobre a vida dessa mulher notável para sua época.

The Duchess 02

Charlotte Rampling [Babylon A.D. (2008), Deception (2008) e Swimming Pool (2003)], interpreta a mãe da Duquesa, Lady Spencer, que foi quem arranjou o casamento de sua filha Georgiana com o Duque de Devonshire.

O filme é excelente, tem uma fotografia belíssima e a história é muito interessante. Mas já aviso que é um filme de época e não tem ação, suspense ou violência, mesmo assim vale apena sim assistir a dificuldade da época em ser uma mulher, onde não tínhamos direito a nada, nem a amar um homem, somente era direito das mulheres casarem, terem filhos homens e aceitarem as amantes de seus maridos.

OSCAR 2009

O longa metragem “The Duchess” (A Duquesa) foi indicado ao OSCAR 2009 na categoria Melhor Figurino.

bom filme e bom OSCAR 2009!

roberta vieira

www.theduchessmovie.com

http://www.theduchessmovie.co.uk/

The Duchess 03

Confira o trailer abaixo.

The Duchess – 2008 (A Duquesa)

Mamma Mia! The Movie – 2008 (Mamma Mia! – O Filme)

mamma_mia Mamma Mia é um fenômeno global baseado nas músicas do grupo ABBA (grupo sueco de enorme sucesso nos anos de 1970) – http://www.abbariginal.info/. Mas como isso começou? Simples: é uma peça de teatro que virou filme, então só para vocês entenderem da onde vem essa história. Tudo começou nos anos 80, quando a produtora Judy Craymer trabalhava com Benny Andersson e Björn Ulvaeus como produtora executiva do primeiro projeto deles pós-ABBA, o musical Chess.

Inspirada no aspecto teatral do trabalho dos compositores, Judy teve a idéia de criar um musical com canções já existentes do grupo ABBA, em um original e empolgante formato. Andersson e Ulvaeus ficaram, inicialmente, relutantes, mas em 1995 eles concordaram com o projeto e, dois anos depois, Craymer convidava a teatróloga Catherine Johnson para escrever o espetáculo.

Mais tarde, com uma afetuosa e empolgante história em mãos, a produtora iniciaria as buscas por um diretor, trazendo para o projeto a respeitada diretora de teatro e ópera Phyllida Lloyd. O primeiro espetáculo teatral de MAMMA MIA! – http://www.mamma-mia.com/ estrearia em 6 de abril de 1999, no Prince Edward Theatre, em Londres, se tornando um fenômeno global de entretenimento e atraindo um público de mais de 30 milhões de pessoas.

Inspirado pela mágica da narrativa das canções do grupo ABBA, como “Dancing Queen”; “S.O.S.”; “Money, Money, Money”; “Take a Chance on Me”, “Mamma Mia” e muitas outras canções do ABBA o filme contagia tanto que quando vocês ouvirem no cinema, vão começar a acompanhar com os pés todas as batidas das músicas inesquecíveis do ABBA e quando menos perceberem, vão estar cantando também, e acreditem, até agora não consigo parar de cantar Mamma Mia!

Mas então… Qual é mesmo a história de “Mamma Mia!”? Donna Sheridan, interpretada por Meryl Streep [The Devil Wears Prada (2006) e The Bridges of Madison County (1995)] é mãe solteira de Sophie Sheridan, interpretada por Amanda Seyfried [Alpha Dog (2006) e Mean Girls (2004)], ambas vivem em uma ilhazinha paradisíaca na Grécia. Sophie vai casar-se e após descobrir três nomes no diário de sua mãe, Sam Carmichael é interpretado por Pierce Brosnan [Butterfly on a Wheel (2007) e The Thomas Crown Affair (1999)], Bill Anderson é interpretado por Stellan Skarsgård [The Glass House (2001) e Pirates of the Caribbean: Dead Man’s Chest (2006) como Bootstrap Bill]  e Harry Bright é interpretado por Colin Firth [Nanny McPhee (2005) e Bridget Jones’s Diary (2001)], então o trio é convidado secretamente pela jovem Sophie para ir ao casamento, que credita que um deles seja seu pai.

Bom depois de esclarecer o mistério de Mamma Mia!, eu lhes digo: O filme é fantástico, uma delícia de assistir, é pura energia, original, com uma fotografia do mediterrâneo de dar água na boca e com uma performance musical excelente por parte do elenco. O longa é contagiante, mas vou adverti-los: se não gostam de musicais e de ABBA não vão assistir, nem mesmo por curiosidade ou para fazerem companhia a aqueles que gostam. Eu sou geração ABBA e adorei o filme, pois adoro ABBA, desde pequena que ouço as musicas dessa banda, assistam no cinema é imperdível.

Confira o trailer ao lado.

bom filme!

roberta vieira

http://www.mammamiamovie.com/

http://www.mammamiaofilme.com.br/

mammamia

http://www.amazon.com/Mamma-Mia/dp/B0019FOC5E/ref=sr_1_1?ie=UTF8&s=music&qid=1221688352&sr=1-1 – link do site amazon para você escutar um pedacinho das canções do ABBA interpretadas no filme e abaixo segue a lista das mesmas:

cd mamma mia rv

1. Honey, Honey
Amanda Seyfried

2. Money, Money, Money
Meryl Streep

3. Mamma Mia
Meryl Streep

4. Dancing Queen
Meryl Streep

5. Our Last Summer
Colin Firth

6. Lay All Your Love On Me
Dominic Cooper

7. Super Trouper
Meryl Streep

8. Gimme! Gimme! Gimme! (A man after midnight)
Amanda Seyfried

9. The Name Of The Game
Amanda Seyfried

10. Voulez-Vous
Cast Of Mamma Mia The Movie

11. SOS
Pierce Brosnan

12. Does Your Mother Know
Christine Baranski

13. Slipping Through My Fingers
Meryl Streep

14. The Winner Takes It All
Meryl Streep

15. When All Is Said And Done
Pierce Brosnan

16. Take A Chance On Me
Julie Walters

17. I Have A Dream
Amanda Seyfried

18. Thank You For The Music
Amanda Seyfried