Archive

Archive for the ‘TOPBEST – Agosto e Setembro 2008’ Category

Journey to the Center of the Earth 3D – 2008 (Viagem ao Centro da Terra 3D)

j3d Para começar, de novo, as sinopses que estão divulgadas por aí na WEB estão um pouco equivocadas. Frasier, até certo ponto do filme, não tem nenhuma intenção de descobrir onde seu irmão e pai de Sean, seu sobrinho, está.

De fato, Fraser não tem nenhum conhecimento do paradeiro de seu irmão, já que o mesmo está desaparecido pelos últimos 10 anos. O que realmente acontece é que o Prof. Trevor Anderson, interpretado pelo ator Brendan Fraser [The Mummy: Tomb of the Dragon Emperor (2008), Crash (2004) e The Mummy (1999)], é professor na mesma universidade em que seu irmão tem um laboratório de pesquisa dedicada a investigações dos vulcões. Assim como o irmão, Frasier também se dedica as pesquisas relacionadas as atividades vulcanicas.

Frasier é tio do rebelde adolescente Sean, interpretado por Josh Hutcherson um jovem ator bem familiar as nossas vistas, ele já fez inúmeros trabalhos como The Polar Express (2004), RV (2006) e Bridge to Terabithia (2007). Sean é levado por sua mãe à casa de seu tio (Frasier) para passar 10 dias. O garoto é meio revoltadinho em função do desaparecimento de seu pai, Max. Ao deixar Sean com Trevor, Elisabeth (mãe de Sean) entrega ao mesmo uma caixa de papelão velha com pertences de seu irmão Max. É aí que o filme começa, Trevor abre a caixa e começa um momento sentimental entre o garoto e ele. Trevor pega dentro da caixa o livro preferido dele, Julio Verne – “Viagem ao centro da terra”, dentro do livro há anotações antigas por todas as bordas e rodapés. É aí então que a aventura começa, e de fato a possível descoberta do paradeiro de seu irmão.

jce 3D lights

Bom, eu acabei de assistir o filme no cinema e o filme é ótimo. No entanto é um filme normal de aventura, sem qualquer atrativo a mais, além do efeito 3D. O filme foi dirigido pelo aclamado mestre dos efeitos visuais, Eric Brevig [The Day After Tomorrow (2004), Pearl Harbor (2001) e Men in Black (1997)]. A performance de Frasier no filme não é das melhores, já que esperávamos um estilo mais “múmia” dele!

Outro personagem na história é a bela guia Hannah, interpretada por Anita Briem [The Storyteller (2009)] uma jovem atriz islandesa, o curioso é que toda vez que ela abre a boca no filme, seu sotaque se destaca, e não entende-se nada do que ela fala.

frasier4

Apesar de ser uma história básica, um cara nerd que tem que cuidar do sobrinho e acaba saindo em uma aventura como ele, o filme é bastante divertido. Não vou contar o final, mas é meio absurdo, mas em fim é somente um filme. Não esperem nada além dos efeitos especiais, não que o filme seja entediante, mas não é tudo que todo mundo esperava. Parece, ao meu ver, que faltou conteúdo no meio do filme, mais cenas, com mais coisas acontecendo, mas personagens, um pouco mais de ação e suspense no enredo.

frasier2

O filme foi feito para ser assistido em 3D, então algumas cenas do filme foram ajustadas para que você sentir essa emoção. Eu recomendo ver no cinema, é bem real e divertido. De resto, como eu disse antes, é uma aventura standard. Mas é uma diversão!

Confira o trailer ao lado.

bom filme!

roberta vieira

http://www.journey3dmovie.com/

Journey-to-the-Center-of-the-Earth-3D

Para as Mamães:

O filme tem cenas com monstros e dinossauros, o que pode sim assustar bastante as crianças. Além de ser em 3D que intensifica mais a experiência do susto. Não tem cenas de sexo ou nudez, tão pouco de drogas. Tirando a aventura intensa com suspense e os monstros, de resto as crianças vão amar.  Mas aconselho a ter adultos juntos caso as crianças insistirem em assistir. Cotado como 13 anos em sites internacionais.

Definitely, Maybe / Três Vezes Amor – 2008

definitely_maybe_ver2 Em meio a seu divórcio, Will Hayes interpretado por Ryan Reynolds [Just Friends (2005) e Blade: Trinity (2004)] se surpreende quando sua filha de dez anos, Maya Hayes interpretada por  Abigail Breslin [Nim’s Island (2008), No Reservations (2007) e Signs (2002)], começa a lhe fazer perguntas sobre como ele e a mãe dela se conheceram e se casaram. Assim, ele resolve narrar seu passado desde quando mudou-se de Wisconsin para Nova York em 1992 para trabalhar numa campanha presidencial.

Durante todo o filme ele vai contando tudo que ele viveu, passou e as pessoas que ele conheceu até esbarrar na mãe dela. Existem três atrizes que possivelmente podem ser a mãe de Maya, são elas: Elizabeth Banks que interpreta Emily (candidata número 1), Isla Fisher que interpreta April Hoffman (candidata número 2) e Rachel Weisz que interpreta Summer Hartley (candidata número 3) que tem um tórrido romance com o famoso escritor Hampton Roth, vivido por Kevin Kline. Não vou revelar quem é a mãe de Maya, pois esse é o “cham” do filme.

dm april 2008

emly-2008

rw dm 2008

O interessante é que Maya se envolve com as mulheres que aparecem na história, imaginando quem afinal de contas é sua mãe na história contada por seu pai, que vai mudando os nomes para que ela não descubra qual delas é sua mãe.

O longa é maravilhoso, é uma história muito bonita, é a relação de filhos e pais recém separados, o filme tem bastante humor, um certo drama e muito romance, não deixem de assistir, é um filme imperdível!

Confira o trailer ao lado.

bom filme!

roberta vieira

http://www.definitelymaybemovie.com/

dm_2008

Deception / A Lista – Você Está Livre Hoje – 2008

deceptin rv Com sua estréia ocorrida no começo desse ano de 2008 nos EUA, “Deception / A Lista – Você Está Livre Hoje?” chega em Outubro nos cinemas brasileiros, o filme que vai deixar você mais esperto quando conhecer alguém, afinal de contas, de boas intenções o inferno está cheio!

O contador Jonathan Messer, interpretado por Ewan McGregor [Cassandra’s Dream (2007), Star Wars: Episode III – Revenge of the Sith (2005) e Big Fish (2003)] é um homem solitário que trabalha em uma grande corporação e sempre trabalhando até tarde da noite. Em uma dessas noites, em uma sala de reunião, ele é abordado por um sujeito que se apresenta como Wyatt Bose, interpretado por Hugh Jackman [X-Men Origins: Wolverine (2009), X-Men: The Last Stand (2006) e Swordfish (2001)], eles acabam fumando maconha na sala de reunião, jogam conversa fora e viram amigos. Um belo dia eles trocam de celular sem querer, e quando o celular de Jackman toca, McGregor atende e pronto, aí começa toda a enrascada.

deception 01

deception 03

O longa é muito bom, você fica apreensivo do começo ao final, o suspense é de matar, mas não é um suspense violento ou intenso, mas um suspense de lógica, pois depois que ele se envolve na trama de Jackman, agente fica imaginando como ele vai sair dessa! No elenco ainda temos Michelle Williams [Brokeback Mountain (2005) e “Dawson’s Creek” como Jen Lindley (e viúva do ator australiano Heath Ledger que morreu em 22 de Janeiro de 2008 com overdose acidental de remédios tarja preta, o ator conheceu Michelle no filme Brokeback Mountain (2005), onde recebeu uma indicação ao OSCAR pelo mesmo.)] que interpreta uma mulher conhecida como “S”, também Natasha Henstridge [Bela Donna (1998), Species (1995) e “Eli Stone” como Taylor Wethersby] que interpreta Simone Wilkinson e Charlotte Rampling [Babylon A.D. (2008) e Purple America (2009)] que interpreta Belle, uma mulher poderosa de Wall Street.

deception 04

deception 05

Extras: O ator escocês Ewan McGregor, 37 anos, disse que as cenas de sexo feitas nesse filme, o deixaram exausto, informou o jornal britânico Daily Express. Segundo o ator, sua rotina no set de filmagem era conhecer uma jovem atriz, tirar a roupa, fazer a cena de sexo com ela, ir para o camarim, tomar café e repetir tudo com outra garota. “Eu já fiz minha cota de cenas de sexo da minha carreira, acredite”, brincou McGregor.

deception 10

deception 09

Confira o trailer ao lado.

bom filme!

roberta vieira

http://www.deception-movie.com/

deception 07

Funny Games – 2007 (Violência Gratuita)

funny_games Em cartaz nos cinemas, Funny Games foi lançado em 2007 na Inglaterra e chega ao Brasil apenas em 2008.

Mas aviso que ao lerem a sinopse, vocês vão ter a nítida sensação de que trata-se de mais um longa estúpido sobre torturas e violência, mas acreditem, não é mesmo. É sim um filme extremamente violento, porém, uma violência mais psicológica do que física. Haneke criou um filme violento, que critica a violência, e isso é simplesmente genial.

“Funny Games” é um Remake do filme austríaco, de mesmo nome [Funny Games (1997)], de 1997, lançado no Brasil como Violência Gratuita, pela Cult Filmes, também dirigido pelo mesmo diretor de 97, o Michael Haneke.

É um remake cena-por-cena do original, conforme você pode comparar através dos imagens abaixo, e no trailer ao lado, em cada página do filme. É o primeiro filme do diretor Michael Haneke, que conseguiu um certo sucesso mundial, e lhe deu sua primeira de 4 indicações para o Palma de Ouro no Festival de Cannes. Talvez também sua obra mais famosa e com certeza, a sua mais mal compreendida.

funny-games_1

imagem abaixo – Funny Games 1997

funnygames_rv saco cabeça

imagem abaixo – Funny Games U.S. (2007)

funnygames 2008

O drama envolve uma dona de casa de classe média Anna, interpretada por Naomi Watts [King Kong (2005), Divorce, Le (2003) e The Ring (2002)] seu marido George, interpretado por Tim Roth [Silver City (2004) e Pulp Fiction (1994)] e seu filho de 10 anos de idade Georgie, interpretado por Devon Gearhart [Changeling (2008) e “Weeds” como Billy – Kid].

A família vai passar um fim de semana de feriado em uma casa de veraneio isolada, a beira de um lago. Ao chegarem dois garotos de aparência muita esquisita aparecem na casa do casal sem serem convidados. Os jovens psicopatas Peter, interpretado por Brady Corbet [Thunderbirds (2004) e Full-Dress (2007)] e Paul, interpretado por Michael Pitt [Delirious (2006) e Silk (2007/I)] os fazem de reféns, e começam a usar a família em uma espécie de jogo sádico, violento e doentio.

O filme é mesmo doentio, você chega a imaginar se alguma vez na vida já nos deparamos com jovens com esse perfil, que entram em nossas vidas e se compartam de uma maneira esquisita de dar medo, em fim, eu já vi gente assim, mas não tão psicopatas, de qualquer forma o longa é excelente, eu não assisti ao original de 1997, mas pelas minhas pesquisas ambos são idênticos.

Tem uma passagem no filme, a do controle remoto, que na minha opinião quase estraga o filme por completo, tira toda aquela tensão, fazendo do filme uma bobagem sem tamanho. Mesmo assim assistam, tirando essa cena sem pé nem cabeça, o filme é sensacional. É daqueles filmes que acontece tudo que você menos espera. Um conselho, não deixem estranhos entrarem em suas casas, mesmo que os mesmos se dizem amigos do vizinho…

Confira os dois trailers ao lado (2007 e 1997).

bom filme!

roberta vieira

http://wip.warnerbros.com/funnygames/

funny_games_ver4

Acessem o site, dá para ver um pouco do filme no site, é muito legal. A voz do cara, da vontade socar a cara dele e só para registrar, eu não teria mesmo deixado esses caras entrarem na minha casa, eu teria sacado a maldade na hora!

Mamma Mia! The Movie – 2008 (Mamma Mia! – O Filme)

mamma_mia Mamma Mia é um fenômeno global baseado nas músicas do grupo ABBA (grupo sueco de enorme sucesso nos anos de 1970) – http://www.abbariginal.info/. Mas como isso começou? Simples: é uma peça de teatro que virou filme, então só para vocês entenderem da onde vem essa história. Tudo começou nos anos 80, quando a produtora Judy Craymer trabalhava com Benny Andersson e Björn Ulvaeus como produtora executiva do primeiro projeto deles pós-ABBA, o musical Chess.

Inspirada no aspecto teatral do trabalho dos compositores, Judy teve a idéia de criar um musical com canções já existentes do grupo ABBA, em um original e empolgante formato. Andersson e Ulvaeus ficaram, inicialmente, relutantes, mas em 1995 eles concordaram com o projeto e, dois anos depois, Craymer convidava a teatróloga Catherine Johnson para escrever o espetáculo.

Mais tarde, com uma afetuosa e empolgante história em mãos, a produtora iniciaria as buscas por um diretor, trazendo para o projeto a respeitada diretora de teatro e ópera Phyllida Lloyd. O primeiro espetáculo teatral de MAMMA MIA! – http://www.mamma-mia.com/ estrearia em 6 de abril de 1999, no Prince Edward Theatre, em Londres, se tornando um fenômeno global de entretenimento e atraindo um público de mais de 30 milhões de pessoas.

Inspirado pela mágica da narrativa das canções do grupo ABBA, como “Dancing Queen”; “S.O.S.”; “Money, Money, Money”; “Take a Chance on Me”, “Mamma Mia” e muitas outras canções do ABBA o filme contagia tanto que quando vocês ouvirem no cinema, vão começar a acompanhar com os pés todas as batidas das músicas inesquecíveis do ABBA e quando menos perceberem, vão estar cantando também, e acreditem, até agora não consigo parar de cantar Mamma Mia!

Mas então… Qual é mesmo a história de “Mamma Mia!”? Donna Sheridan, interpretada por Meryl Streep [The Devil Wears Prada (2006) e The Bridges of Madison County (1995)] é mãe solteira de Sophie Sheridan, interpretada por Amanda Seyfried [Alpha Dog (2006) e Mean Girls (2004)], ambas vivem em uma ilhazinha paradisíaca na Grécia. Sophie vai casar-se e após descobrir três nomes no diário de sua mãe, Sam Carmichael é interpretado por Pierce Brosnan [Butterfly on a Wheel (2007) e The Thomas Crown Affair (1999)], Bill Anderson é interpretado por Stellan Skarsgård [The Glass House (2001) e Pirates of the Caribbean: Dead Man’s Chest (2006) como Bootstrap Bill]  e Harry Bright é interpretado por Colin Firth [Nanny McPhee (2005) e Bridget Jones’s Diary (2001)], então o trio é convidado secretamente pela jovem Sophie para ir ao casamento, que credita que um deles seja seu pai.

Bom depois de esclarecer o mistério de Mamma Mia!, eu lhes digo: O filme é fantástico, uma delícia de assistir, é pura energia, original, com uma fotografia do mediterrâneo de dar água na boca e com uma performance musical excelente por parte do elenco. O longa é contagiante, mas vou adverti-los: se não gostam de musicais e de ABBA não vão assistir, nem mesmo por curiosidade ou para fazerem companhia a aqueles que gostam. Eu sou geração ABBA e adorei o filme, pois adoro ABBA, desde pequena que ouço as musicas dessa banda, assistam no cinema é imperdível.

Confira o trailer ao lado.

bom filme!

roberta vieira

http://www.mammamiamovie.com/

http://www.mammamiaofilme.com.br/

mammamia

http://www.amazon.com/Mamma-Mia/dp/B0019FOC5E/ref=sr_1_1?ie=UTF8&s=music&qid=1221688352&sr=1-1 – link do site amazon para você escutar um pedacinho das canções do ABBA interpretadas no filme e abaixo segue a lista das mesmas:

cd mamma mia rv

1. Honey, Honey
Amanda Seyfried

2. Money, Money, Money
Meryl Streep

3. Mamma Mia
Meryl Streep

4. Dancing Queen
Meryl Streep

5. Our Last Summer
Colin Firth

6. Lay All Your Love On Me
Dominic Cooper

7. Super Trouper
Meryl Streep

8. Gimme! Gimme! Gimme! (A man after midnight)
Amanda Seyfried

9. The Name Of The Game
Amanda Seyfried

10. Voulez-Vous
Cast Of Mamma Mia The Movie

11. SOS
Pierce Brosnan

12. Does Your Mother Know
Christine Baranski

13. Slipping Through My Fingers
Meryl Streep

14. The Winner Takes It All
Meryl Streep

15. When All Is Said And Done
Pierce Brosnan

16. Take A Chance On Me
Julie Walters

17. I Have A Dream
Amanda Seyfried

18. Thank You For The Music
Amanda Seyfried

Shoot’em Up / Mandando Bala – 2007

shoot_em_up_ver2 Não deixem de assitir esse filme de ação e suspense de Clive Owen, que  interpreta o Sr. Smith, o homem mais estourado e rude da face da terra, que tem que proteger umas das coisas mais inocentes do mundo: um bebê recém-nascido. Não é não uma missão como diz por aí na NET em muitas sinópses, é apenas a ironia do destino, já que ele não tem alternativa se não proteger o bebe, cuja mãe deu a luz em meio a um tiroteio, que por sinal, ele começou.

O filme é sensacional, é com certeza um filme para você alugar hoje (sabadão, 13 de setembro de 2008) com essa chuvinha, é uma boa pedida. Para quem assistiu Wanted (2008), esse filme não fica atrás no que se trata de tiros com armas de fogo, até me arrisco a dizer que estão  bem equilibrados co quesito ação e criatividade nas cenas de tiros.

Além de Owen, temos dois pesos pesados do mundo do cinema, o ganhador do Oscar em Cinderella Man (2005), Paul Giamatti [Sideways (2004) e The Nanny Diaries (2007)], que interpreta Hertz um homem sem nhenhum escrúpolo que que matar o bebe que Owen e Donna Quintano, uma prostituta interpretada pela a beldade Monica Bellucci.

Não deixem de assistir, é um filme que vale a pena e a história é original.

Confira o trailer ao lado.

bom filme!

roberta vieira

http://www.shootemupmovie.com/

shootemup

http://www.shootemup.fr/

shooteremupsitefr

Iron Man / O Homen de Ferro – 2008

iron_man_ver2 Criado por Stan Lee, Larry Lieber, Don Heck e Jack Kirby, o alter ego do “Homem de Ferro”, Tony Stark, foi inspirado em parte pela personalidade do ícone americano Howard Hughes. “Hughes era um inventor, aventureiro, multimilionário, galanteador e também um doido”, diz o produtor executivo Stan Lee. Foi o caráter imperfeito do super-herói e seu estilo de vida de playboy que fizeram as histórias em quadrinhos do “Homem de Ferro” virarem a próxima franquia da Marvel e o primeiro filme sob a nova bandeira da empresa, Marvel Studios.

Logo no início da produção do filme, a Marvel encarou o desafio de encontrar um diretor que não apenas desse conta dos aspectos técnicos que envolvem a execução de um grandioso filme de ação, mas alguém que pudesse sobretudo introduzir no enredo o elemento humano tão presente nos personagens de histórias em quadrinhos. Para a equipe criativa da Marvel, a potencial lista de diretores começou e terminou com Jon Favreau.

Robert Downey Jr. é Tony Stark, que depois de vivenciar um drama em sua vida, constrói e incorpora na mesma o  Iron Man. Seu único e melhor amigo Col. James ‘Rhodey’ Rhodes é interpretado por Terrence Howard.

Jeff Bridges interpreta Obadiah Stane, seu sócio e eventualmente seu arquiinimigo Iron Monger. Ainda temos Gwyneth Paltrow, que interpreta a assistente de Stark, a Pepper Potts e  Leslie Bibb, que interpreta Christine Everhartuma jornalista que acaba revelando a Stark os podres de seu sócio.

O filme é sensacional, é pura adrenalina, com efeitos especiais fenomenais, com um humor sutil que enriquece o filme e em fim é uma delícia assistir esse longa que é ousado e muito bem feito.

Assistam até depois dos créditos, ou seja, quando o filme acabar, vem todos os nomes de todas as equipes, produção, atores, etc., aí vem uma surpresinha que vai deixá-los loucos, isso se forem fã da Liga da Justiça e do Samuel L. Jackson. Assistam é um filme imperdível.

Confira o trailer ao lado.

bom filme!

roberta vieira

http://www.homemdeferro.com.br/

http://ironmanmovie.marvel.com/

iron man rv 2008