Arquivo

Posts Tagged ‘2009’

ARRASTA-ME PARA O INFERNO – 2009 (Drag Me To Hell)

Um dos Melhores Filmes de Terror dos Últimos Tempos!

drag_me_to_hell Gênero: Terror, Suspense

Censura: 13 anos

Duração: 99 min

Direção: Sam Raimi

Com: Alison Lohman, Justin Long, Lorna Raver, Dileep Rao, David Paymer

Local de Filmagem: 20th Century Fox Studios – 10201 Pico Blvd., Century City, Los Angeles, California, USA; California State University Northridge – 18111 Nordhoff Street, Northridge, Los Angeles, California, USA; Los Angeles, California, USA; Tarzana, Los Angeles, California, USA e Union Station – 800 N. Alameda Street, Downtown, Los Angeles, California, USA

Produção: Ghost House Pictures e Sam Raimi

Roteiro: Ivan Raimi e Sam Raimi

Distribuidora: Universal Picture

 

QUEM É QUEM

Christine Brown é interpretada por Alison Lohman Gamer (2009), Beowulf (2007) e Big Fish (2003).

Clay Dalton é interpretado por Justin LongHe’s Just Not That Into You (2009), Jeepers Creepers (2001), Jeepers Creepers II (2003), Live Free or Die Hard (2007), Funny People (2009) e After.Life (2010).

Jim Jacks é interpretado por David PaymerOcean’s Thirteen (2007), Resurrecting the Champ (2007) e In Good Company (2004).

Rham Jas é interpretado por Dileep RaoAvatar (2009) e Inception (2010).

Sylvia Ganush é interpretada por Lorna Raver – O último trabalho dela, antes desse terror foi Walkout (2006), o restante são séries de TV, interpretando personagens coadjuvantes, nada que marcasse sua participação.

drag_me_to_hell_movie_image_alison_lohman1

SINOPSE

Christine Brown é uma ambiciosa agente de crédito de um banco em Los Angeles, ela tem um super namorado e um futuro brilhante. Mas em três dias, ela vai para o inferno. Um dia chega ao banco a misteriosa Sra. Ganush implorando pela extensão do financiamento de sua casa própria. Christine nega o pedido para impressionar seu chefe, Sr. Jacks, e acaba sendo amaldiçoada pela velhota. Perseguida por um espírito do mal, ela busca ajuda do médium Rham Jas. Christine fará de tudo para sobreviver, desde sacrifícios até feitiços, mas nada poderá deter essa força maligna, resta esperar e ir para o inferno.

drag_me_to_hell11

CRÍTICA

Do mesmo produtor de 30 Days of Night (2007), 20,000 Leagues Under the Sea (ano indefinido), The Grudge (2004), The Evil Dead (1981 e 2010), Spider-Man 4 (2011), entre outros, DRAG ME TO HELL ou ARRASTA-ME PARA O INFERNO é um dos últimos trabalhos de Sam Raime, que dirigiu, produziu e escreveu esse longa de terror, um dos melhores filmes do gênero dos últimos tempos.

drag_me_to_hell03

Frequentemente as pessoas são atraídas por imagens, figuras, formas, fotos, cores, etc. Quando se coloca tudo isso em um pôster, peça promocional usada em diversos segmentos comerciais, inclusive o cinematográfico, cria-se uma identidade visual, cuja qual atrai milhares, até mesmo, milhões de pessoas por todo o mundo. No caso da industria cinematográfica, confeccionar pôsteres é uma das inúmeras ações que devem ser feitas para a estréia de um longa metragem, no entanto um pôster mal feito ou mal idealizado pode prejudicar o lançamento de um filme, bem como a conexão do público para com o mesmo.

“Arrasta-me Para o Inferno” chamou a atenção quando lançou o pôster oficial, deixando os aficionados por filmes e terror de cabelos em pé. Realmente o pôster, como mostrado abaixo, é fantástico e ao contrário da maioria dos pôsteres de filmes de qualquer gênero, esse faz jus ao filme.

drag-me-to-hell-poster

Não é de hoje que saímos do cinema sussurrando a velha e famosa expressão – “achei que fosse melhor” – tudo porque julgamos o filme pelo pôster, assim como julgamos o livro pela capa, as pessoas pela aparência, etc. Mas no caso desse filme, se você acha ou achou que filme era bom por causa do pôster, acertou!

Na verdade não é bom e sim excelente, faziam anos que eu não assistia a um bom filme de terror, desses que realmente mete um “puta medo do inferno”, com perdão das palavras e que prende agente do começo ao final. Com roteiro convencional e ainda assim atraente, efeitos especiais horripilantes e direção impecável, o filme é imperdível.

drag-me-to-hell

A personagem que mais chama atenção e nos deixa apavorados, além de enojados – depois que você assistir vai entender – é uma senhora chamada Sylvia Ganush que é interpretada pela atriz Lorna Raver. Qualquer das inúmeras feições que a atriz faz, nos deixa apavorados, seu personagem mete mais medo do que o personagem fictício ao qual a história é focada.

drag_me_to_hell103

Ainda em alguns cinemas, ARRASTA-ME PARA O INFERNO é uma ótima opção para os fãs do gênero, além dos sustos garantidos. Vale comentar que a atriz do cartaz não condiz com a atriz do filme, o que uma boa foto não faz! São as mesmas, porém no cartaz ela é selvagem e sexy, ao contrário da imagem passada no filme, de uma mulher frágil e confusa.

bom filme e bom sustos!
roberta vieira

http://www.dragmetohell.co.uk

http://www.dragmetohellmovie.com.au

http://www.dragmetohell.net

dmth_wp2_1280

 

ASSISTA AO TRAILER

¨

ASSISTA A OUTROS VÍDEOS

Anúncios

MINHAS ADORÁVEIS EX-NAMORADAS – 2009 (The Ghosts of Girlfriends Past)

Absoluta Falta de Química entre Matthew McConaughey e Jennifer Garner…

Em Cartaz

ghosts_of_girlfriends_past Gênero: Comédia Romântica
Censura: 12 Anos
Duração: 101 min
Direção: Mark Waters
Com: Matthew McConaughey, Jennifer Garner, Lacey Chabert, Michael Douglas, Emma Stone, Noureen DeWulf.
Local de Filmagem: Boston, Massachusetts, USA; Castle Hill, Crane Estate – 280 Argilla Road, Ipswich, Massachusetts, USA e Needham, Massachusetts, USA – (high school basement party).
Produção: Brad Epstein, Jonathan Shestack
Roteiro: Jon Lucas, Scott Moore
Fotografia: Daryn Okada
Trilha Sonora: Rolfe Kent
Distribuidora: Playarte
Estúdio: New Line Cinema


SINOPSE

Durante os ensaios da cerimônia de casamento de seu irmão mais novo Paul, interpretado por Breckin Meyer [Garfield (2004), Kate & Leopold (2001) e Clueless (1995)], Connor, interpretado por  Matthew McConaughey [Fool’s Gold (2008/I), Surfer, Dude (2008) e Sahara (2005)], fotógrafo de celebridades e personificação da cafajestagem masculina, recebe a visita do fantasma de seu tio Wayne, interpretado por Michael Douglas [Traffic (2000), Fatal Attraction (1987) e Basic Instinct (1992)], do fantasma de sua ex-namorada do passado, Allison, interpretada por Emma Stone [The House Bunny (2008), Superbad (2007) e Paper Man (2009)] e do fantasma de sua ex-namorada do futuro, que o levam a uma hilariante e reveladora odisséia, visitando seus desastrosos relacionamentos do passado, presente e futuro.

Jenny Perotti, interpretada por Jennifer Garner [Valentine’s Day (2010), Elektra (2005) e The Kingdom (2007)], é uma ex namorada de Connor que vai deixá-lo na corda bamba. Juntos, tentarão descobrir o que transformou Connor num idiota insensível e se ainda há esperança dele encontrar o verdadeiro amor ou se é uma causa perdida.

ghosts_of_girlfriends_past10

CRÍTICA

Sério, o que você esperava desse filme? Meu Deus do céu, é uma comédia romântica, não é uma aventura ou um suspense e também, não é tão ruim como estão dizendo por aí. O filme é bom? Não! Mas não é uma porcaria, é sem dúvida um entretenimento. É chato? Lógico que não! Um filme, cujo elenco é de primeira e um enredo interessante, só pode acabar em um bom divertimento. O problema é que faltou entrosamento do elenco e originalidade no roteiro…

McConaughey banca ele mesmo, o charmoso mulherengo, Garner é a mesma de sempre, apática e sem absolutamente nenhuma química com seu par romântico em cena, e Michael Douglas é quem tentou salvar a pátria, mas não conseguiu, na verdade ele aparece muito pouco e quando o faz é tão sem graça quanto Garner.

ghosts-of-girlfriends-past

Aí vem o festival de clichês, começando com a temática de ex namorados e seus casos mal resolvidos, depois passamos pela tela em velocidade vertiginosa, aí vem o bolo de casamento com várias camadas que está em vias de ser destruído, as damas de honra taradas, o noivo que tenta agradar a noiva e só piora as coisas, as brigas entre os parentes e, é claro, o casal principal com seu vai-não-vai. No entanto, no meio disso tudo – literalmente, no meio mesmo – surgem algumas deliciosas cenas que explicam como Connor se tornou o cafajeste que é e suas “aulas” com o mestre Wayne sobre a arte de levar as mulheres para a cama.

GHOSTS OF GIRLFRIENDS PAST

Em contrapartida, eis que surge a extremamente “oitentista” Allison Vandermeersh, que é interpretada por Emma Stone, e que acaba sendo uma surpresa agradável. Não por acaso, é ela quem conduz Connor durante o já citado trecho mais inspirado do filme. Graças à atuação amalucada de Emma Stone, a imprevisível Allison rouba várias cenas durante o tour que proporciona ao seu assombrado, principalmente quando este chega à idade adulta e passamos a ver dois McConaughey na tela para o deleite das mulheres!

GHOSTS OF GIRLFRIENDS PAST

Agora, o que surpreende é que, após três comédias excelentes como Freaky Friday ou “Uma Sexta-Feira Muito Louca” (2003), Mean Girls ou “Meninas Malvadas” (2004) e Just Like Heaven ou “E Se Fosse Verdade” (2005), o diretor Mark Waters escorrega feio aqui, com ângulos e cenas pouco inspiradas e sem arrancar boas interpretações de seu elenco.

Fraco mas nem por isso chato, “Minhas Adoráveis Ex-Namoradas” é uma filme que pode e deve ser visto em DVD, pois não vale o investimento da pipoca e do ingresso somado a uma hora em pé na fila com o namorado de cara amarrada a tira-colo!

bom filme!

roberta vieira
www.ghostsofgirlfriendspastmovie.com

GOGP_wp_1024x768_4

CONFIRA O TRAILER ABAIXO!

EVOCANDO ESPÍRITOS – 2009 [The Haunting in Connecticut]

Excelente Opção Para Quem Curte Terror Com Fundo de Verdade – Imperdível!

haunting_in_connecticut Gênero: Terror
Censura: 14 anos
Duração: 103 min
Direção: Peter Cornwell
Com: Amanda Crew, Elias Koteas, Virginia Madsen, Kyle Gallner, Martin Donovan, Kellan Rhude, D. W. Brown, Ty Wood.
Local de Filmagem: Teulon, Manitoba, Canada e Winnipeg, Manitoba, Canada.
Produção: Paul Brooks, Daniel Farrands, Phyllis Laing, Wendy Rhoads, Andrew Trapani
Roteiro: Adam Simon e Tim Metcalfe
Fotografia: Adam Swica
Trilha Sonora: Robert J. Kral
Distribuidora: Imagem Filmes e Lionsgate
Estúdio: Gold Circle Films e Integrated Films & Management
¨

SINOPSE
Baseado em uma história verídica e assustadora, o longa metragem relata o encontro de uma família com as forças obscuras do sobrenatural.

Quando a família Campbell se muda para Connecticut, afim de proporcionar maior conforto ao jovem Matt, interpretado por Kyle Gallner – o garoto de Smallville que interpreta o The Flash -  ["Smallville" como Bart Allen, A Nightmare on Elm Street (2010) e Jennifer’s Body (2009)] que está submetido a um tratamento alternativo de combate ao câncer, em um hospital na cidade, acabam alugando uma antiga casa, grande e muito bem localizada, por um preço muito abaixo do seu real valor.

27haunting_600

A mãe de Matt, Sara Campbell, é interpretada por Virginia Madsen [Wonder Woman (2009),

Passados uns dias, eles descobrem que a casa possui uma história perturbadora: além ter sido uma funerária onde fatos inconcebíveis aconteceram, Jonah, o filho sensitivo do ex-proprietário da casa, tinha a função de mensageiro espiritual, oferecendo um canal para as entidades espirituais que quisessem se comunicar com seu entes vivos.

Jonah a ponte entre os que ficaram e os que foram, está na casa novamente e ele quer se comunicar através de Matt com a nova família que está na casa.

the_haunting_in_connecticut05

CRÍTICA
Segundo o website original do longa metragem, a história é real. Como muitas outras histórias de espíritos assombrando casas e outros lugares, por todo o planeta, essa parece convincente.

Não são monstros ou demônios. Mas sim almas que de certa forma, estão presas no nosso universo, entre nós os vivos, como resultado de experimentos que mexem com o mundo dos mortos. Quantas histórias já ouvimos de pessoas que se curaram repentinamente após terem tido algum contato com o mundo espiritual? Pois é, essa é mais uma e acho que convence.

O filme prende nossa atenção do começo ao final. Tem algumas pessoas que acham que da metade do filme ao fim, deixa a desejar. Não é o caso, podem ir aos cinemas assistir, pois, sendo real ou não, dá um medo do inferno! É um dos filmes de terror do gênero assombração com espíritos dos últimos 2 anos, que mais chama nossa atenção e que vale a pena assistir!

2009_the_haunting_cennecticut_wallpaper_004

Só uma dica, não façam a “brincadeira da copo” ou qualquer coisa parecida, pois se der errado, vocês estarão em maus lençóis! De qualquer forma o longa é ótimo, boas atuações, ótima direção e efeitos de primeira.

Vale comentar que no filme não há nada de “brincadeira do copo”, pois já sei que vão haver alguns leitores nervosinhos que vão comentar o que eu disse. O fato é que essa brincadeira é uma maneira de se comunicar com espíritos e, eu pessoalmente, já ouvi falar de pessoas que fizeram e a coisa acabou mal de alguma maneira. Em nenhum momento os personagens fazem a “brincadeira do copo”, mas eles fazem sessões com pessoas com dom da mediunidade. Sendo assim, o ponto principal de uma coisa ou outra, é contatar os espíritos de pessoas mortas, seja através do “copo” ou de uma pessoa com algum dom mediúnico.

bom filme!
roberta vieira
www.hauntinginconnecticut.com
www.myspace.com/hauntinginct

HauntingInConnecticut-CLIP

Assista ao trailer abaixo.

EVOCANDO ESPIRITOS – 2009 (The Haunting in Connecticut)

*

Leia sobre a história verdadeira!

REAL STORY OF THE HAUNTING IN CONNECTICUT

In 1987, a particularly nightmarish haunting occurred in Southington, Connecticut, to a family that had just moved in to a long empty house on Meriden Avenue.

Soon after settling in, the family discovered a small graveyard in back, an embalming chamber in the basement, and drawers full of creepy corpse photographs: their new house had previously been a Funeral Home dating back to the 1920s.

Almost immediately, the family began to experience paranormal activity – strange sounds, changes in temperature, and the appearance of mysterious figures

As the family’s lives and sanity were pushed to the edge, the mother contacted Ed and Lorraine Warren for help.  Famous demonologists and paranormal investigators, the Warren’s had investigated the famed Amityville Horror case, and were the founders of the New England Society for Psychic Research.

Through their help, the family was able to uncover the terrible secrets lurking in the house and to confront the most shocking evil spirits ever seen in an American haunting.

Bride Wars – 2009 (Noivas Em Guerra)

Mais Um Filme Apenas Para As Garotas Assistirem…

bride_wars Direção: Gary Winick
Com: Anne Hathaway, Kate Hudson, Steve Howey, Chris Pratt, Candice Bergen, Emily Sarah Stikeman
Local de Filmagem: Boston, Massachusetts, USA, New York City, New York, USA e Salem, Massachusetts, USA
Produção: Julie Yorn, Kate Hudson, Alan Riche

SINOPSE

Emma, interpretada por  Anne Hathaway [Alice in Wonderland (2010) (filming) como The White Queen, Passengers (2008 ) e Rachel Getting Married (2008)] e Liv, interpretada por  Kate Hudson [My Best Friend’s Girl (2008), Fool’s Gold (2008 ) e How to Lose a Guy in 10 Days (2003)] são  amigas inseparáveis desde a infância, sempre puderam contar uma com a outra, na alegria e na tristeza.

Elas planejam juntas seus casamentos, ambos a serem realizados no lugar mais disputado, o Hotel Plaza. Mas por um engano as cerimônias foram marcadas para a mesma data, jogando as noivas uma contra a outra, numa competição que se transforma numa verdadeira guerra.

No longa há a presença também da atriz Candice Bergen [The Women (2008), Sex and the City (2008 ) e Miss Congeniality (2000)], que interpreta uma casamenteira famosa, aquela que faz o casamento dos sonhos virar realidade.

wall_1_1920x1200

CRÍTICA

Está sendo uma decepção as estréias desse início de ano de 2009. “Bride Wars” ou ” Noivas Em Guerra” não é lá essas coisas, divertido sim, mas vai agradar apenas as mulheres e mesmo assim, nem todas.

Tirando os longas metragens “oscarizados” (e vale comentar que todos são realmente fantásticos), os demais estão ficando “no limbo” nem bom e nem tão pouco ruins, no entanto era esperado mais, já que os/as protagonistas são estrelas ou melhor atrizes de renome.

wall_5_1920x1200

Sem sombra de dúvida é um filme para ser visto no conforto de sua casa, espere sair em DVD ou procure pelo torrent na internet, pois já existe e com boa qualidade.

– comentário para os “chatos” de plantão – não é a primeira vez que escrevo no “meu BLOG” que existe a alternativa “via torrent”, cuja qual fora criticada por um leitor alegando que eu deveria me informar pois isso não existe! Fiquei surpresa pois qualquer idiota sabe o que é um torrent e das infinitas possibilidades em se adquirir filmes, músicas, softwares, imagens, livros, jogos, etc, através desse sistema de compartilhamento via internet, em fim acho que está claro ou pelo menos foi esclarecido.

wall_6_1920x1200

Então voltando a crítica, o filme é legal mas fica dentro do gênero “comédias para garotas”, divertido e com um enredo bem criativo, e me atrevo a dizer que o sucesso não foi grande pois faltou sinergia entre Anne Hathaway e Kate Hudson, de fato as duas não fazem um par perfeito, é como se temperássemos a carne com sal e sal, ao invés de sal e pimenta ou qualquer outro ingrediente que proporcionasse harmonia ao tempero ou para ficar mais claro, para a história!

Como disse antes, assistam pois é divertido, estréia dia 6 de Fevereiro de 2009 em todas as salas de cinemas. Para as noivas de Junho de 2009, o vestido que Kate Hudson usa para casar no filme  é simplesmente maravilhoso, confiram!

bom filme!

roberta vieira

http://www.bridewars.com/

wall_7_1920x1200

Confira o trailer abaixo.

Bride Wars – 2009 (Noivas Em Guerra)

Four Christmases – 2008 (Surpresas do Amor)

Reese e Vince Se Odeiam, Dentro e Fora Da Telona!

four_christmases Direção: Seth Gordon
Com: Vince Vaughn, Reese Witherspoon, Robert Duvall, Sissy Spacek, Jon Voight, Jon Favreau, Mary Steenburgen, Dwight Yoakam, Tim McGraw, Kristin Chenoweth, Katy Mixon, Colleen Camp, Jeanette Miller, Jack Donner, Steve Wiebe.
Local de Filmagem: Los Angeles, California, USA; San Francisco, California, USA; Santa Clarita, California, USA e Twin Peaks, San Francisco, California, USA.
Produção: Gary Barber, Jonathan Glickman, Roger Birnbaum, Vince Vaughn, Reese Witherspoon
Roteiro: Matt Allen, Caleb Wilson, Jon Lucas, Scott Moore
Fotografia: Jeffrey L. Kimball
Trilha Sonora: Alex Wurman
Distribuidora: PlayArte
Estúdio: Birnbaum/Barber/ New Line Cinema/ Ott Medien/ Spyglass Entertainment/ Type A Films/ Wild West Picture Show Productions

SINOPSE

Os pais de Brad, interpretado por Vince Vaughn [Fred Claus (2007), Wedding Crashers (2005) e Be Cool (2005)],  são divorciados e os pais de Kate, interpretada por Reese Witherspoon [Penelope (2006), Vanity Fair (2004) e Sweet Home Alabama (2002)] sua namorada também o são. No entanto, ambos se casaram novamente, sendo assim Kate tem duas famílias e Brad também. A confusão está formada quando este jovem casal tem de conseguir visitar estas quatro famílias diferentes durante o Natal.

O longa ainda conta com os astros e estrelas: Robert Duvall [We Own the Night (2007), Apocalypse Now (1979) e Crazy Heart (2009)] que vive o pai de Brad; Sissy Spacek [North Country (2005), Blast from the Past (1999) e An American Haunting (2005)] que vive a mãe de Brad; Jon Voight [Pride and Glory (2008), National Treasure: Book of Secrets (2007) e Transformers (2007)] que vive o pai de Kate e Mary Steenburgen [Step Brothers (2008), Elf (2003) e Clifford (1994)] que vive a mãe de Kate.

Four Christmases 2008 (8)

CRÍTICA

Muitas vezes vamos ao cinema esperando assistir um mega filme e muitas vezes quebramos a cara. Nos últimos seis meses tem sido assim, uma decepção atrás da outra, poucos filmes de fato valeram a pena assistir. No entanto fique surpreendida ao assistir esse longa com a dupla Witherspoon ou Vaughn, que faz agente se identificar com alguns dos inúmeros aspectos da vida do casal sob uma perspectiva tragicômica e sem dúvida divertidíssima.

Four Christmases 2008 (2)

Apesar de ser uma comédia romântica, o longa foge do gênero baba ovo e mostra o relacionamento de uma casal de namorados que quando tudo ia muito bem, ficou tudo péssimo e entre tapas e bofetes, famílias descompensadas, sem falar desestruturadas, ambos descobrem o quanto vale a pena amar sem restrições e que o complicado no final das contas faz mais sentido.

Four Christmases 2008 (3)

Vale a pena sim assistir, no entanto pode esperar para ser visto em DVD ao invés de enfrentar as filas dos cinemas, mesmo assim o longa é imperdível, pois no final das contas é divertidíssimo.

CURIOSIDADES

Witherspoon e Vince Vaughn  viajaram pelos Estados Unidos para promover a comédia, mas pela vontade da atriz essa viagem seria feita sem Vaughn, já que existiram boatos que na vida real os dois não se suportam e não queriam promover o longa juntos.

Four Christmases 2008 (4) 

A falta de entrosamentos do casal acontece desde as filmagens, tanto que Witherspoon chegou a dizer que realmente não estava no mesmo clima que o ator. “Eu disse pra ele outro dia: “as pessoas nem sempre conseguem falar na velocidade que você quer, mas eu sinto que estou em um treinamento, o treinamento de Vince Vaughn”.

Four Christmases 2008 (6)

A atriz teria dito para uma amiga que Vaughn é a pessoa mais criança que ela já conheceu. E ela ainda disse que nos eventos para promover o filme, a atriz se comporta de maneira profissional. “Ela finge um sorriso e posa para as fotos, mas não está nada feliz com isso”, revelou a amiga.

bom filme!

roberta vieira

http://www.fourchristmasesmovie.com/

Four Christmases 2008 (7)

 

Confira abaixo a trilha sonora do filme “Four Christmases”.

1. Baby It’s Cold OutsideDean Martin & Martina McBride

2. (There’s No Place Like) Home For The HolidaysPerry Como

3. Sleigh RideFerrante & Teicher

4. Christmas All Over AgainTom Petty

5. Season’s GreetingsRobbers On High Street

6. Jingle Bell RockBobby Helms with The Anita Kerr Singers

7. The Christmas SongGavin DeGraw

8. Cool YuleLouis Armstrong

9. I’ll Be Home For ChristmasDean Martin

10. White ChristmasBing Crosby

11. O Little Town Of BethlehemSarah MacLachan

Confira o trailer abaixo.

Four Christmases – 2008 (Surpresas do Amor)