Arquivo

Posts Tagged ‘Drogas’

Charlie Bartlett – 2008

Divertido Sim! Mas Para Assistir em DVD!

charlie_bartlett_ver3 Direção: Jon Poll
Com: Anton Yelchin, Kat Dennings, Tyler Hilton, Robert Downey Jr., Hope Davis
Local de Filmagem: Parkwood Estate, Oshawa, Ontario, Canada e Toronto, Ontario, Canada
Produção: Sidney Kimmel Entertainment e Whitney Brown, Trish Hofmann, William Horberg e Barron Kidd
Roteiro: Gustin Nash Fotografia: Joseph Boccia e Paul Sarossy
Trilha Sonora: Christophe Beck
Distribuidora: Aliance Empresa de Audio Visual Ltda

Com estréia prevista para essa sexta-feira dia 19 de Dezembro de 2008, “Charlie Barllett” entra em cartaz para concorrer com os longas-metragens “Blockbusters” desse final de ano, no entanto, o lançamento desse filme aqui no Brasil, nessa época é um erro, afinal de contas já tem no mínimo 10 filmes muito mais interessantes e esperados pelo público para serem assistidos. “Charlie Barllett“, que já teve sua estréia o ano passado em 2007 em festivais de cinema, bem como a estréia oficial em Fevereiro de 2008,  deveria ser lançado aqui direto em DVD, realmente é uma péssima estratégia colocar em cartaz um filme como esse (muito bom, mas lançado em uma época muito concorrida), em um final de ano como 2008 que vem trazendo em suas estréias grandes estouros de bilheterias.

Charlie Bartlett, interpretado  por Anton Yelchin [Terminator Salvation (2009), Alpha Dog (2006) e Star Trek (2009)] é um adolescente rico e inteligente que foi expulso de quase todas as escolas da cidade e agora está matriculado na escola pública local, sob o comando do diretor Nathan Gardner, interpretado por Robert Downey Jr. [Iron Man 2 (2010), The Avengers (2011) e Tropic Thunder (2008)].

Charlie Bartlett 00 

Charlie Bartlett 02

No início, Charlie tem sérias dificuldades em se adaptar, mas ele logo se torna um excelente ouvinte que dá os conselhos adequados àqueles que precisam, no entanto, a  ironia é que, Charlie, que  é  o garoto extremamente problemático (do ponto de vista da sociedade), acaba sendo a válvula de escape de todo corpo docente, que busca em sua simples, mas excêntrica sabedoria, um pouco de sentido e alívio para suas vidas.

Charlie Bartlett 01

Com tantas estréias fantásticas nesse final de ano, acreditem, “Charlie Barllett” é o último filme que vocês vão querer assistir em uma sala de cinema.

Charlie Bartlett

Mas para a galera que está mesmo afim de assistir algo leve, Charlie Barllett vai mostrar o lado da adolescência com problemas de drogas, depressão e uso abusivo de antidepressivos de um jeito leve e engraçado, com direito a terapia e  lição de moral.

Não deixem de assistir esse longa, mas esperem para vê-lo em DVD.

bom filme!

Feliz Natal!

roberta vieira

http://charliebartlett-themovie.com/

charlie_bartlett_ver5

Confira o trailer abaixo

Charlie Bartlett – 2008

Max Payne – 2008

Mais Um Fiasco de Wahlberg…

Layout 1 (Page 1) Direção: John Moore
Com: Mark Wahlberg, Mila Kunis, Beau Bridges, Ludacris, Donal Logue, Chris O’Donnell, Nelly Furtado.
Local de Filmagem: Bay Station – 64 Bloor Street West, Toronto, Ontario, Canada (subway); Hamilton, Ontario, Canada; Loblaws Warehouse, Toronto, Ontario, Canada; Toronto Film Studios, Toronto, Ontario, Canada (studio); Toronto, Ontario, Canada; Union Station, Toronto, Ontario, Canada e Yorkville, Toronto, Ontario, Canada.
Produção: Scott Faye, Julie Yorn
Roteiro: Shawn Ryan, Sam Lake, Beau Thorne
Fotografia: Jonathan Sela
Trilha Sonora : Marco Beltrami
Distribuidora: Fox Film
Estúdio: Abandon Entertainment/ Collision Entertainment/ Dune Entertainment/ Firm Films

Do mesmo diretor de “Flight of the Phoenix (2004)” ou “O Voo da Phoenix“, John Moore e a 20th Century Fox são os responsáveis por levar a história do gameMax Payne” para os cinemas. O jogo, lançado para PC em 2001, vendeu mais de 5 milhões de cópias nos EUA e em 2003 fora lançado a continuação para PC e consoles.

O game foi o primeiro a reproduzir o efeito “bullet time” criado por “Matrix”, o que deve promover a repetição do seu uso nos cinemas depois da trilogia dos irmãos Wachowski.

MAX PAYNE conta a história de um policial que decide agir por conta própria, decidido a encontrar os responsáveis pelo brutal assassinato de sua família. Obcecado por vingança, sua investigação o conduz por uma jornada alucinante, em um submundo sombrio. À medida que se aprofunda no mistério, Max interpretado por Mark Wahlberg [The Brazilian Job (2011), The Happening (2008) e  We Own the Night (2007)], se vê forçado a combater inimigos sobrenaturais e a enfrentar uma traição inimaginável.

Payne persegue seu maior inimigo ao lado de seus inimigos, que são inimigos de seu maior inimigo, confuso? Simples, Payne se junta à chefona da máfia Russa, Mona Sax, interpretada por Mila Kunis [Forgetting Sarah Marshall (2008), “That ’70s Show” como Jackie Burkhart e After Sex (2007)], juntos eles vão vingar a morte da família de Payne e da irmã de Mona, Natasha Sax, interpretada por Olga Kurylenko [Quantum of Solace (2008), Hitman (2007) e Paris, je t’aime (2006)].

max_payne_ver1

Max Payne vai agradar os fãs (jovens) do game, mas nem tanto os fãs do astro Mark Wahlberg que mais uma vez deixou a desejar bastante. O problema é a escolha do papel e do filme, como por exemplo em “Fim dos Tempos” [The Happening] em que além de seu personagem ser absurdamente ridículo, o filme é uma verdadeira bomba.

Ao contrário disso, Mas Payne não é de todo ruim, é um suspense standard, com muita ação e um enredo mal executado, com um ar noir e com um “Q” de ficção, que no final das contas é creditado às drogas – ponto mal explorado no filme.

max_payne_ver3

Max ou Mark tem pouquíssimas falas no filme, assim  como em “Fim dos Tempos” (The Happening), Mark só abre a boca para falar bobagens e de resto é só pancadaria, tiroteios, perseguições, alucinações e muito, muito mal humor por parte do personagem. Continuamos fãs de Mark e continuamos a acreditar que o próximo longa vai ser melhor, afinal ele já fez bons trabalhos antes.

max_payne_ver5

Vale comentar que a história foi mal explorada, particularmente eu não conheço o game, nunca joguei, mas existem outros filmes que foram baseados em games, como por exemplo os dois filmes de “Lara Croft: Tomb Raider (2001)” e “Lara Croft Tomb Raider: The Cradle of Life (2003)”, que são excelentes, básicos mas muito bem executados, ao contrário desse que tinha tudo para ser algo bem melhor do que realmente é. Confira nas salas de cinemas, é no máximo uma distração.

bom filme!

roberta vieira

http://www.maxpaynethemovie.com/

http://www.maxpaynefilme.com.br/

max_payne_ver2

Confira o trailer abaixo

Max Payne – 2008

 

Max Payne Kung Fu 3.0 – GAME

In the Valley of Elah – 2007 (No Vale das Sombras)

in_the_valley_of_elah_2007 02 Em se tratando de Charlize Theron e Tommy Lee Jones só pode dar certo, o filme rendeu uma indicação ao OSCAR 2008 para categoria de “Melhor Ator”. O longa metragem é excelente, simples, porém muito bem executado e dirigido e com um elenco de estrelas altamente competentes. É uma história de famílias que se dedicam à vida militar e todas as conseqüências de uma carreira militar.

É um suspense intenso e com ótimas atuações, o que acarretou no indicação ao OSCAR 2008 de melhor ator para Tommy Lee Jones.

Após retornar do Iraque, Mike Deerfield, vivido por Jonathan Tucker [The Ruins (2008), Pulse (2006) e “The Black Donnellys” como Tommy Donnelly] desaparece. Ele passa a ser considerado como foragido do exército por não ter se apresentado após sua folga.

PHOTOGRAPHS TO BE USED SOLELY FOR ADVERTISING, PROMOTION, PUBLICITY OR REVIEWS OF THIS SPECIFIC MOTION PICTURE AND TO REMAIN THE PROPERTY OF THE STUDIO. NOT FOR SALE OR REDISTRIBUTION

Hank, interpretado por Tommy Lee Jones [No Country for Old Men (2007), Space Cowboys (2000) e Men in Black (1997)] e Joan, interpretada por Susan Sarandon [Enchanted (2007), Lorenzo’s Oil (1992) e Thelma & Louise (1991)], são comunicados pelo exército do seu desaparecimento. Ao saber do caso Hank, que é um ex-policial militar, decide partir em busca do filho. Ele recebe a ajuda da detetive Emily Sanders, interpretada por Charlize Theron [The Brazilian Job (2009), Monster (2003) e Sweet November (2001)], que trabalha na mesma jurisdição da base de Mike. Também no elenco está Jason Patric [The Lost Boys (1987) e Downloading Nancy (2008)] que vive o Lt. Kiklander, um tenente que vai dificultar a investigação de Hank e Emily.

hr_In_the_Valley_of_Elah_2007

tommy_lee_jones_in_the_valley_of_elah_charlize_theron__1_

Curiosidades: O título original é uma referência a um trecho da Bíblia, já que Elah foi o local onde Davi encontrou Golias. A intenção inicial era que Clint Eastwood fosse o protagonista do filme. Foram rodadas cenas em 28 locações na cidade de Albuquerque, no Novo México, entre elas hospitais, bares, clubes de strip-tease, tribunais e um prédio do governo. As cenas que mostram a cidade onde vivem os Deerfields foram rodadas em Whiteville, uma pequena cidade próxima a Memphis, no Tennessee. As cenas de flashback da guerra do Iraque foram rodadas no Marrocos.

Não deixem de assistir. É uma lição de vida para os jovens cadetes.

Confira o trailer ao lado,

bom filme!

roberta vieira

http://wip.warnerbros.com/inthevalleyofelah/

in_the_valley_of_elah_2007 01

Righteous Kill – 2008 (As Duas Faces da Lei)

righteouskill_2008 Com estréia prevista para o dia 10 de Outubro de 2008, essa Sexta-Feira, o longa metragem “As Duas Faces da Lei” (Righteous Kill) é um suspense policial standard, nada demais, mesmo com o elenco peso pesado.

pb de niro

O longa conta a história de dois policiais que são parceiros há trinta anos e que juntos enfrentam a panela de pressão que é o Departamento de Polícia de Nova York. Os detetives Turk, vivido pelo astro Robert De Niro [Meet the Fockers (2004), Casino (1995) e Goodfellas (1990)] e Rooster, vivido pelo grande Al Pacino [The Godfather (1972), The Devil’s Advocate (1997) e 88 Minutes (2007)] deveriam estar aposentados, mas não estão. Turk e Rooster são já coroas e mesmo assim levam a vida no limite.

deniro

pacino1

Ambos são turrões e não deixam um só bandido se dar bem, nem que para isso eles tenham que forjar provas para incriminá-los. Uma série de crimes começa a acontecer e todos eles estão ligados à um caso antigo já resolvido. O problema é que esse caso tem em comum com essa nova série de assassinatos uma mensagem deixada pelo criminoso, um poema que justifica cada morte. Todas as vítimas são bandidos e os dois detetives vão descobrir que o criminoso está mais perto do que eles possam imaginar.

loira

denirococa

Há muitas boas estréias essa semana, mas caso as outras salas estejam lotadas, então assistam no cinemas, do contrário deixem para ver em DVD, pois o filme não é grande coisa, até me surpreendeu pois temos esses monstros atuando, não que o filme seja ruim, mas é ok, nada de mais.

Confira o trailer ao lado.

bom filme!

roberta vieira

http://www.righteouskill-themovie.com/

pacino e deniro

In Bruges – 2008 (Na Mira do Chefe)

in_bruges_movie_poster11 Estreado em 26 de Setembro no Rio de Janeiro International Film Festival, “In Bruges” – 2008 (Na Mira do Chefe) teve sua segunda estréia, mas dessa vez em todo território nacional no dia 17 de Outubro de 2008. É possível que alguns cinemas exibam o longa nessa semana de 16 a 22 de Fevereiro de 2009, devido sua indicação ao Oscar 2009 na categoria Melhor Roteiro Original.

Os matadores de aluguel Ray, interpretado por Colin Farrell [Cassandra’s Dream (2007), Miami Vice (2006) e Alexander (2004)] e Ken, interpretado por Brendan Gleeson [Beowulf (2007), Harry Potter and the Order of the Phoenix (2007) e Harry Potter and the Deathly Hallows: Part I (2010)] acabam de realizar um “trabalho” em que o tiro saiu pela culatra, ou seja, o que era para ser feito, foi feito, mas com efeito colateral.

Harry, interpretado por Ralph Fiennes [The Duchess (2008), The Constant Gardener (2005) e Maid in Manhattan (2002)], é o chefão que os envia para Bruges, na Bélgica para esfriarem a cabeça enquanto aguardam o chamado dele. Enquanto esperam o chamando de volta, eles se misturam aos turistas na cidade medieval e fazem pequenos passeios que são bastante apreciados por ken, mas odiados por Ray. Entram em brigas, saem com prostitutas, conhecem um anão americano que está rodando um filme, e Ray chega até a se envolver com uma mulher. Mas quando o chefe finalmente liga, o que parecia uma viagem de férias se transforma numa corrida de vida ou morte.

in_bruges_xl_05--film-A

O longa é muito bom, no começo dá a impressão de ser chato, mas não é, na verdade é bastante engraçado. Farrell está hilário nesse filme, as tiradas dele são fantásticas. O filme não é um suspense de perseguições e tiros, nem um monte de batidas de carros, não! Nada disso. Trata-se de um dilema entre os três personagens, Herry, Ken e Ray na cidade de Bruges. Lógico que você quer saber o que vai acontecer, afinal eles estão aguardando o chamado do chefe e ao mesmo tempo arrumando confusão. Tem um certo dramazinho e o final é ótimo.

ray and girl in bruges 2008

A fotografia do filme é muito bonita. Sugestão, assistam em DVD.

Confiram o trailer abaixo.

bom filme e bom Oscar 2009!

roberta vieira

http://www.inbruges.co.uk/

bruges

Flashbacks of a Fool – 2008 (Reflexos da Inocência)

FLASHBACKS_QUAD Ainda em cartaz nos cinemas, Reflexos da Inocência é um filme diferente e interessante.  Daniel Craig [Quantum of Solace (2008), The Golden Compass (2007) e Casino Royale (2006)] interpreta Joe Scott um ator em fase decadente no mundo de Hollywood. Seu modo de vida é basicamente cheio de sexo e drogas. Ainda atraente aos 40 anos, mesmo com seu vício em drogas, Joe leva uma vida solitária em sua mansão em Malibu, enquanto lá fora a opinião pública se voltou totalmente contra ele.

Ao receber a notícia do falecimento de um grande amigo de infância,  Joe se vê forçado a enfrentar os fantasmas de seu passado. O início de sua sexualidade, seus amigos e suas ações como adolescente o levam a conseqüências inesperadas e trágicas, que por fim o forçarão a fugir em busca de uma nova vida.

Daniel_Craig_2

Daniel_Craig_1

O elenco é de peso: O jovem Joe é vivido por Harry Eden [Oliver Twist (2005)], sua mãe, Grace Scott é interpretada por Olivia Williams [Peter Pan (2003)], sua melhor amiga e namoradinha Ruth Davis, é vivida na infância por Felicity Jones [Brideshead Revisited (2008)] e na fase adulta por Claire Forlani [In the Name of the King: A Dungeon Siege Tale (2007), Meet Joe Black (1998) e “CSI: NY” como Dr. Peyton Driscoll]. A irmã de Joe é vivida por Keeley Hawes [Death at a Funeral (2007)].

Ruth

O filme é razoável, não chega a ser bom, mas não é um longa digno de assistir no cinema. É uma bela história de drama, mas com uma péssima direção. Os personagens são bons e as atuações também. Deixe para assistir em DVD. O longa tem uma fotografia linda. É daqueles filmes que quase foi bom, mas algo não deu certo no contexto todo.

Confira o trailer ao lado.

bom filme!

roberta vieira

http://www.thefilmfactory.co.uk/flashbacks/

flash back of a fool 1

Categorias:DVD Tags:, , , ,

Into The Wild – 2007 (Na Natureza Selvagem)

into_the_wild Quem não gostaria de sair por aí vagabundeando por uns bons dois ou quem sabe cinco aninhos?

Trabalhando em qualquer coisa, por alguns meses e depois cair na estrada e viajar sem rumo em busca de aventura e liberdade.

Em 1998 foi publicado o livro “Na Natureza Selvagem”de Jon Krakauer que retratava a vida e morte de Christopher McCandless, um garoto de 23 anos que abriu mão de sua riqueza e identidade e adotou o nome “Alexander Supertramp” e iniciou a busca do verdadeiro significado de liberdade.

Sean Penn, que dirigiu o filme, viu o livro de Krakauer e teve uma reação imediata e forte. “Li a obra do início ao fim duas vezes antes de ir dormir. Então, no dia seguinte, acordei e fui logo ver se conseguia obter os direitos. Considerei a história profundamente cinematográfica em relação aos personagens e às paisagens”, conta o ator e diretor. Mas, ainda profundamente sentidos e tentando recuperar-se do falecimento do filho, os McCandless, que foram abordados não só por Penn, mas por uma série de diretores, não tomaram nenhuma decisão. “A família não estava pronta para permitir que o filme fosse feito, mas Sean, muito empolgado, manteve-se em contato com eles”, lembra o produtor Bill Pohlad. Dez anos depois da primeira tentativa de Penn em obter os direitos, finalmente o telefone tocou. Eles aceitaram!

into-the-wild

Ao assistir o trailer parece um filme meio bobo, mas não é. O longa é excelente, tem paisagens de vários lugares dos EUA e a atuação do ator Emile Hirsch [Speed Racer (2008), Alpha Dog (2006) e The Girl Next Door (2004)], que interpreta Christopher McCandless é notável, tanto que nos colocamos em seu lugar em muitos momentos do filme. E para fechar com chave de ouro, o ator Hal Holbrook [Men of Honor (2000), The Firm (1993) e I Hate to See That Evening Sun Go Down (2008)] que interpreta com excelência o personagem Ron Franz, a cena em que ele se despede de Hirsch é de derramar lágrimas, nossa fiquei de coração partido. Essa atuação lhe rendeu uma indicação ao OSCAR 2008 para “Melhor Ator Coadjuvante”. Assistam, é uma ótima lição de vida!

Confira o trailer ao lado.

bom filme!

roberta vieira

http://www.intothewild.com/

Into-the-Wild-Horse-1236