Arquivo

Posts Tagged ‘Horror’

ARRASTA-ME PARA O INFERNO – 2009 (Drag Me To Hell)

Um dos Melhores Filmes de Terror dos Últimos Tempos!

drag_me_to_hell Gênero: Terror, Suspense

Censura: 13 anos

Duração: 99 min

Direção: Sam Raimi

Com: Alison Lohman, Justin Long, Lorna Raver, Dileep Rao, David Paymer

Local de Filmagem: 20th Century Fox Studios – 10201 Pico Blvd., Century City, Los Angeles, California, USA; California State University Northridge – 18111 Nordhoff Street, Northridge, Los Angeles, California, USA; Los Angeles, California, USA; Tarzana, Los Angeles, California, USA e Union Station – 800 N. Alameda Street, Downtown, Los Angeles, California, USA

Produção: Ghost House Pictures e Sam Raimi

Roteiro: Ivan Raimi e Sam Raimi

Distribuidora: Universal Picture

 

QUEM É QUEM

Christine Brown é interpretada por Alison Lohman Gamer (2009), Beowulf (2007) e Big Fish (2003).

Clay Dalton é interpretado por Justin LongHe’s Just Not That Into You (2009), Jeepers Creepers (2001), Jeepers Creepers II (2003), Live Free or Die Hard (2007), Funny People (2009) e After.Life (2010).

Jim Jacks é interpretado por David PaymerOcean’s Thirteen (2007), Resurrecting the Champ (2007) e In Good Company (2004).

Rham Jas é interpretado por Dileep RaoAvatar (2009) e Inception (2010).

Sylvia Ganush é interpretada por Lorna Raver – O último trabalho dela, antes desse terror foi Walkout (2006), o restante são séries de TV, interpretando personagens coadjuvantes, nada que marcasse sua participação.

drag_me_to_hell_movie_image_alison_lohman1

SINOPSE

Christine Brown é uma ambiciosa agente de crédito de um banco em Los Angeles, ela tem um super namorado e um futuro brilhante. Mas em três dias, ela vai para o inferno. Um dia chega ao banco a misteriosa Sra. Ganush implorando pela extensão do financiamento de sua casa própria. Christine nega o pedido para impressionar seu chefe, Sr. Jacks, e acaba sendo amaldiçoada pela velhota. Perseguida por um espírito do mal, ela busca ajuda do médium Rham Jas. Christine fará de tudo para sobreviver, desde sacrifícios até feitiços, mas nada poderá deter essa força maligna, resta esperar e ir para o inferno.

drag_me_to_hell11

CRÍTICA

Do mesmo produtor de 30 Days of Night (2007), 20,000 Leagues Under the Sea (ano indefinido), The Grudge (2004), The Evil Dead (1981 e 2010), Spider-Man 4 (2011), entre outros, DRAG ME TO HELL ou ARRASTA-ME PARA O INFERNO é um dos últimos trabalhos de Sam Raime, que dirigiu, produziu e escreveu esse longa de terror, um dos melhores filmes do gênero dos últimos tempos.

drag_me_to_hell03

Frequentemente as pessoas são atraídas por imagens, figuras, formas, fotos, cores, etc. Quando se coloca tudo isso em um pôster, peça promocional usada em diversos segmentos comerciais, inclusive o cinematográfico, cria-se uma identidade visual, cuja qual atrai milhares, até mesmo, milhões de pessoas por todo o mundo. No caso da industria cinematográfica, confeccionar pôsteres é uma das inúmeras ações que devem ser feitas para a estréia de um longa metragem, no entanto um pôster mal feito ou mal idealizado pode prejudicar o lançamento de um filme, bem como a conexão do público para com o mesmo.

“Arrasta-me Para o Inferno” chamou a atenção quando lançou o pôster oficial, deixando os aficionados por filmes e terror de cabelos em pé. Realmente o pôster, como mostrado abaixo, é fantástico e ao contrário da maioria dos pôsteres de filmes de qualquer gênero, esse faz jus ao filme.

drag-me-to-hell-poster

Não é de hoje que saímos do cinema sussurrando a velha e famosa expressão – “achei que fosse melhor” – tudo porque julgamos o filme pelo pôster, assim como julgamos o livro pela capa, as pessoas pela aparência, etc. Mas no caso desse filme, se você acha ou achou que filme era bom por causa do pôster, acertou!

Na verdade não é bom e sim excelente, faziam anos que eu não assistia a um bom filme de terror, desses que realmente mete um “puta medo do inferno”, com perdão das palavras e que prende agente do começo ao final. Com roteiro convencional e ainda assim atraente, efeitos especiais horripilantes e direção impecável, o filme é imperdível.

drag-me-to-hell

A personagem que mais chama atenção e nos deixa apavorados, além de enojados – depois que você assistir vai entender – é uma senhora chamada Sylvia Ganush que é interpretada pela atriz Lorna Raver. Qualquer das inúmeras feições que a atriz faz, nos deixa apavorados, seu personagem mete mais medo do que o personagem fictício ao qual a história é focada.

drag_me_to_hell103

Ainda em alguns cinemas, ARRASTA-ME PARA O INFERNO é uma ótima opção para os fãs do gênero, além dos sustos garantidos. Vale comentar que a atriz do cartaz não condiz com a atriz do filme, o que uma boa foto não faz! São as mesmas, porém no cartaz ela é selvagem e sexy, ao contrário da imagem passada no filme, de uma mulher frágil e confusa.

bom filme e bom sustos!
roberta vieira

http://www.dragmetohell.co.uk

http://www.dragmetohellmovie.com.au

http://www.dragmetohell.net

dmth_wp2_1280

 

ASSISTA AO TRAILER

¨

ASSISTA A OUTROS VÍDEOS

After Dark Horrorfest I – 2006

Lista dos 8 Filmes que Vão Matar Você de Medo

8_Films_To_Die_For_-_After_Dark_Horrorfest_R1_Custom-[cdcovers_cc]-front

É preciso ter em mente que o gênero “terror” tem mais liberdade para criar e produzir um longa metragem, mesmo que o elenco não seja tão conhecido ou até totalmente desconhecido, o que vale é o suspense que resulta em bons sustos, assim como um enredo bem amarrado que sempre direciona a platéia, após um susto, a uma nova expectativa de mais um outro grande susto, enfrentando junto com os personagens seus terrores, ou a descobrir no final o verdadeiro assassino.

De fato, nem uma maquiagem mal feita estraga um filme de terror bem dirigido e com um roteiro bem escrito. Lógico que os efeitos especiais vieram para proporcionar a nós uma maior conexão com a história, bem como nos aterrorizar com mais excelência, mas não são os efeitos especiais que fazem um bom filme de terror, mas sim, a história e a direção que são pontos fundamentais para o sucesso de qualquer longa do gênero, por exemplo, Stephen King que em “The Dead Zone” (81 episodes, 2002-2007) nos proporciona um suspense de matar, mas sem monstro e sangue, mas com premonições e bons roteiros e em The Mist (2007) que já esteve nos cinemas e, além de monstros e bastante sangue, tem um suspense fantástico com um final sensacional.

Mesmo com apenas um fantasma, alguns objetos assustadores e efeitos sonoros bem mixados e adicionados a cena, bons diretores fazem dessa o maior suspense aterrorizante pelo tempo que eles quiserem e nos nos deleitamos quando nos deparamos com filmes desse naipe.

Contudo ainda temos os filmes de terror que não são tão bem feitos, mas o tema nos atrai, e se o conjunto, ou seja, a atuação, maquiagem, efeitos sonoros, efeitos especiais, bom roteiro e boa direção estão em sintonia, os sustos, no mínimo estão garantidos, bem como uma boa diversão.

Abaixo, seguem os 8 filmes de terror que vão deixar você morto de medo!

SINOPSES e CRÍTICAS dos 8 FILMES de TERROR do Festival After Dark Horrorfest 2006.

Dark Ride / Trem Fantasma – 2006

dark_ride Ficha Técnica
Título no Brasil: Trem Fantasma
Título Original: Dark Ride
País de Origem: EUA
Gênero:  Terror
Classificação: 18 anos
Duração: 94 minutos
Ano de Lançamento:  2006
Site Oficial:
www.darkride.com
Estúdio/Distrib.: Imagem Filmes
Direção:
Craig Singer

SINOPSE

Um grupo de seis estudantes saem em viagem no feriado, no caminho eles resolvem parar em um parque de diversão que acabara de chegar na cidade, uma das atrações, a “Dark Ride” (Trem Fantasma) atrai a atenção do grupo e vai proporcionar o maior passeio aterrorizante de suas vidas. Mas o que eles não sabem é que a 10 anos atrás duas garotas foram brutalmente assassinadas nessa mesma atração, e pior, o assassino escapou.

NDVD_001.BMP

CRÍTICA

O tema é bem explorado, mas ainda atrai nossa atenção, o famoso brinquedo dos parques de diversão, Trem Fantasma, que em qualquer lugar do mundo é sempre uma das principais atrações, mesmo que os efeitos sejam extremamente mal feitos. Já o longa é no mínimo divertido, tem bons sustos, a maquiagem é ok, as atuação são medianas, assim como o elenco, mas no geral o suspense prevalece e o enredo é bem amarrado, sendo assim, preparem-se e vejam quem morre primeiro!

Confira o trailer abaixo!

Dark Ride – 2006

The Abandoned / Abandonada – 2006

abandoned Ficha Técnica
Título no Brasil: Abandonada
Título Original: The Abandoned
País de Origem: Espanha, UK, Bulgária
Gênero: Terror
Classificação: 18 anos
Duração: 99 minutos
Ano de Lançamento: 2006
Site Oficial:
http://www.theabandonedonline.com/
Estúdio/Distrib.:
After Dark Films
Direção:
Nacho Cerdà

SINOPSE

Uma produtora de filmes americana, contrata um investigador particular russo, para descobrir quem são seus pais biológicos, já que a mesma é adotada. O investigador a contata e solicita que ela vá a Rússia ao encontro dele, pois o mesmo descobriu a sua procedência. Ao informar o nome de sua mãe natural, o investigador também comunica que além de estar morta, ela havia deixado de herança uma fazenda no meio das montanhas, abandonada e isolada por um rio. Marie ou Milla segue viagem para lá e nem imagina com quem ela vai encontrar, o que ela vai encontrar e pior, como ela vai conseguir voltar.

abandoned_wp1_1024

CRÍTICA

Confuso, mas assustador, essas são as primeiras sensações que o longa passa. Repleto de efeitos especiais, e diga-se de passagem, muito bem feitos, a história é bem bolada, mas demora um pouco para pegar a essência da trama. O suspense é de matar de susto a cada segundo do filme, minha sugestão é que assistam a tarde, mas em hipótese alguma o façam a noite, pois sua imaginação vai comê-lo vivo. No mais, o elenco é desconhecido, a fotografia do filme é excelente, bem como a direção de arte que fazem o filme horripilante, dos 8 filmes da lista, esse e “Penny Dreadful“ são os mais assustadores, vale a pena sim assistir!

Confira o trailer abaixo!

The Abandoned – 2006

Unrest / Cadáveres – 2006

unrest Ficha Técnica
Título no Brasil: Cadáveres
Título Original: Unrest
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Classificação: 16 anos
Duração: 85 minutos
Ano de Lançamento: 2006
Site Oficial:
www.unrestfulmovie.com

Estúdio/Distrib.: Focus Filmes

Direção: Jason Todd Ipson

SINOPSE

Quatro estudantes de medicina iniciam o primeiro ano com aulas de anatomia, onde seus limites serão testados enquanto dissecam cadáveres. Alison, uma das estudantes, ao deparar-se pela primeira vez com seu cadáver, cujo apelido é Nora, começa a ter maus presságios, como se alguma coisa não estivesse certo com respeito a Nora e a maneira pela qual a mesma morreu. Atéia, Alison começa a desenvolver um comportamento obsessivo em relação a Nora, alegando estar tendo visões sobrenaturais, das quais seus companheiros de grupo e seu professor duvidam, até que alunos e funcionários do hospital começam a morrer e Alison tem que descobrir o mistério de Nora antes que seja tarde de mais.

unrest31280

CRÍTICA

Não é um filme de terror muito assustador, é o clássico cadáver que vem com uma maldição qualquer e começa a matar todo mundo. Não é nada de mais, mas para os loucos por terror, assistam pois é diversão, vale comentar que em termos de maquiagem o longa deixa a desejar um pouco, nada que estrague os pequenos sustos! Quantos aos efeitos, também são básicos, nada que nos pregue grandes susto! De fato prende nossa atenção, os cadáveres são uma coisa!

Confira o trailer abaixo!

Unrest – 2006

Penny Dreadful / Encontro Com a Morte – 2006

Penny Dreadful (2) Ficha Técnica
Título no Brasil: Encontro Com A Morte
Título Original: Penny Dreadful
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Classificação: 16 anos
Duração: 92 minutos
Ano de Lançamento: 2006

Estúdio/Distrib.: After Dark Films e Brandes Films International
Direção:
Richard Brandes

SINOPSE

Depois de ter os pais mortos em um violento acidente de automóvel, a jovem Penny Dearborn, interpretada por Rachel Miner – atriz que aparece em dois filmes dos dois festivais de horror, 2008 e 2009, bem como em outros filmes – Butterfly Effect: Revelation (2009), Tooth & Nail (2007) e The Black Dahlia (2006), começa a ter fobia de carros. Para vencer essa fobia, ela procura um terapeuta e encontra pela frente uma médica determinada a acabar com seus terríveis medos. Essa médica é Orianna Volker, interpretada por Mimi Rogers [Lost in Space (1998) e “Tales from the Crypt”], que sugere à jovem que  ambas façam uma longa viagem de carro para que ela possa confrontar seu medo. No entanto, o que parecia ser uma cura vira o pior dos pesadelos, pois ao dirigir no meio das montanhas gelas e durante a noite, Orianna acaba atropelando uma pessoa, que a princípio sai ilesa do acidente e que em troca de uma carona, a mesma não iria a polícia. Orianna concorda em levar o estranho até uma estrada de terra no meio do nada, longe da estrada principal. Quando ele desce do carro, elas percebem a grande estupidez que fizeram!

penny

CRÍTICA

Dois 8 filmes dessa lista, esse é o que mais deixa agente tenso. A grande arte de se fazer um filme de terror sem usar efeitos ou maquiagem estão comprovadas nesse longa, que deixa agente apavorado do começo ao fim, principalmente por não sabermos até o final do filme, se as personagens estão lidando com o natural ou supernatural. Só uma imagem da mão do carona no banco de trás do carro, faz agente ter um “chilique” no sofá. O suspense é de matar de medo, principalmente se assistirmos a esse longa a noite. As interpretações são excelentes, assim como a direção. Não deixem de assistir a esse longa!

Confira o trailer abaixo!

Penny Dreadful – 2006

The Gravedancers / Carta Para a Morte – 2006

gravedancers Ficha Técnica
Título no Brasil: Carta Para a Morte
Título Original: The Gravedancers
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Classificação: 16 anos
Duração: 96 minutos
Ano de Lançamento: 2006

Estúdio/Distrib.: Imagem Filmes
Direção:
Mike Mendez

SINOPSE

Três amigos se reencontram no enterro de um velho amigo.  Após o funeral os três vão a um bar relembrar os velhos tempos e resolvem voltar ao cemitério para uma última despedida, no túmulo eles encontram uma carta que mudará suas vidas para sempre. Ao dançarem em cima de túmulos, como manda a carta, os três despertarão a fúria dos mortos e enfrentarão o maior terror de suas vidas.

tg

CRÍTICA

O filme em si não é ruim, mas deixa a desejar em função dos alguns efeitos especiais e da maquiagem bem meia-boca. Alguns efeitos até passam, mas o conjunto, atores, direção, efeitos não ajuda, apesar da história ser bem original, é mais um filme de terror com pessoas suspensas em cabos atrás de fundos verdes, com maquiagens bem mal feitas e atuações bem ruins. Para quem quer uma diversão, esquece, mas para os que seguem os festivais de terror e não querem perder nada, assistam, é no mínimo um passa-tempo!

Confira o trailer abaixo!

The Hamiltons / Os Hemiltons – 2006

The Hamiltons 2006 (5) Ficha Técnica
Título no Brasil: Os Hamiltons
Título Original: The Hamiltons
País de Origem: USA
Gênero: Terror
Classificação: 18 anos
Duração: 86 minutos
Ano de Lançamento:  2006
Site Oficial:
www.sffilms.tv/thehamiltons/
Estúdio/Distrib.: San Francisco Independent Cinema e After Dark Films
Direção:
Mitchell Altieri e Phil Flores

SINOPSE

A princípio eles são uma família comum, mas algo ruim corre em suas veias. Órfãos de pai e mãe, os Hamiltons, sendo os gêmeos Wendell e Darlene mais os dois irmãos David e Francis, além de um quinto irmão que é revelado somente no final do filme,  trabalham e estudam, cuidam da casa e uns dos outros. Os irmãos Buscam manter um perfil discreto entre as comunidades em que vão passando, pois eles mudam com freqüência de casa. No entanto a família possui uma doença que faz com que eles tenham que cometer atrocidades para sobreviver.

The Hamiltons 2006 (7)

CRÍTICA

Dois oito filmes, esse é o que tem a história mais original, segundo o tema, que não vou revelar se não perde a graça. Se o filme é bom? Não é dos melhores, mas mantém nossa atenção em função do mistério que gira em torno da família. Não é sangrento, não tem absolutamente nada de mais, é somente mais um filme de terror abaixo da média, mas que dar para divertir um pouco.

Confira o trailer abaixo!

The Hamiltons – 2006

Rinne / Reincarnation / Almas Reencarnadas – 2005

reincarnation Ficha Técnica
Título no Brasil: Almas Reencarnadas
Título Original: Rinne
País de Origem: Japão
Gênero: Terror
Classificação: 14 anos
Duração: 95 minutos
Ano de Lançamento: 2005

Estúdio/Distrib.: Paris Filmes
Direção:
Takashi Shimizu

SINOPSE

Após a primeira onda de remakes de filmes de horror orientais em Hollywood, os produtores americanos resolveram ir além: importar os diretores asiáticos que originaram a revitalização do terror no cinema. O caso mais famoso é de Takashi Shimizu, que ganhou notoriedade no Japão com “Ju-On” e, poucos anos depois, foi convidado a refazer o filme em Hollywood. O resultado foi “O Grito”, que vai ganhar seqüência também dirigida por Shimizu. O diretor Shimizu disse em entrevistas que o mistério será um dos principais ingredientes do novo filme. “Essa maldição não vai terminar, na verdade, vai se espalhar”, adiantou o cineasta ao site Sci-Fi Wire. Para aumentar o clima de horror dos filmes asiáticos, O Grito 2 foi filmado em Tóquio, no Japão, e boa parte do elenco é japonês. Já o terror “Rinne”, conhecido nos EUA como “Reincarnation” e aqui no Brasil como “Almas Reencarnadas”, é o novo trabalho do diretor antes de “O Grito 2”. No trama do filme, um professor universitário inicia um massacre num hotel turístico, matando 11 hóspedes e funcionários. Enquanto filma seus atos com uma câmera 8mm, ele esfaqueia uma vítima após a outra, enquanto elas tentam fugir. Trinta e cinco anos depois, Matsumura (Kippei Shiina) é um diretor que quer transformar esse crime em filme. Intitulado Memory, ele convida a atriz Nagisa Sugiura (Yuuka) para interpretar a heroína de seu projeto. Mas, quando o início das filmagens se aproxima, Nagisa começa a ter alucinações e sonhos assustadores.

rinne

CRÍTICA

Quem disse que esse filme é uma obra prima, bem como um dos melhores filmes de terror de todos os tempos, mesmo que classificado apenas como terror psicológico, viajou, cheirou cola, comeu inseto ou faltou na escola, os efeitos especiais são realmente fantásticos e a direção também, mas ainda assim não convence! Tem gente que curte filme Japonês, eu pessoalmente não sou fã pois a língua impede que haja uma conexão do público com o longa.

Eu já assisti a alguns filmes de origem japonesa e coreano, e acreditem, são fantásticos, nesse filme o que vale é a história que é interessante, mas como eu disse antes, é difícil criar uma conexão com o longa ou qualquer personagem, acredito que só vale assistir aqueles que curtem filme Japonês. Talvez seja preciso acostumar com a língua, assim como fizemos com o inglês, pois não é a falta de entendimento das falas, mas sim a sonoridade que é super diferente.

Confira o trailer abaixo!

Reincarnation – 2005

Wicked Little Things / Zombies – 2006

wicked_little_things Ficha Técnica
Título no Brasil: Zombies
Título Original: Wicked Little Things / Zombies
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Classificação: 16 anos
Duração: 161 minutos
Ano de Lançamento: 2006
Estúdio/Distrib.: California Home Vídeo
Direção:
J.S.Cardone

SINOPSE

A recém viúva Karen Tunny e suas duas filhas, Sarah e Emma, se mudam para uma casa, numa remota montanha, herdada por Karen que pertencia a família de seu marido. Todavia, ela não tem consciência de que a casa fica perto de uma velha mina onde, no início do século XX, crianças eram usadas em trabalhos forçados nas minas de carvão pertencente a uma família local, cujos quais eram os magnatas da cidade, até que um dia uma tragédia fez com que várias crianças morressem soterradas e dessa tragédia nasceu um mal que anda a solto nas montanhas.

wlt

CRÍTICA

Se analisarmos esse filme como um todo, ele é bom, não excelente, mas assusta. Se não fosse a maquiagem bem básica das crianças, seria bem mais apavorante. O longa é bem dirigido, tem um elenco conhecido e que atua bem para um filme de terror, que na minha opinião é uma arte fazer interpretação do medo, o que nesse caso o elenco fez na média, nada de mais. A história é legal, prende nossa atenção, mas o conjunto foi mal executado, roteiro, direção e efeitos. Dá para assistir?  Sim, é um entretenimento bem divertido para uma tarde assistindo a filmes de terror. Tem filmes terror melhores do que esse? Tem! Mas o que vale aqui é assistir aos 8 filmes do festival e no mínimo dar boas risadas, entre bons sustos e medos apavorantes!

Confira o trailer abaixo!

Wicked Little Things – 2006

Agora que você já sabe tudo sobre os 8 filmes do Festival de Terror After Dark Horrorfest 2006, visite o site.

http://www.horrorfestonline.com/

http://www.horrorfestonline.com/archive/2006/index.html