Arquivo

Posts Tagged ‘Morte’

EVOCANDO ESPÍRITOS – 2009 [The Haunting in Connecticut]

Excelente Opção Para Quem Curte Terror Com Fundo de Verdade – Imperdível!

haunting_in_connecticut Gênero: Terror
Censura: 14 anos
Duração: 103 min
Direção: Peter Cornwell
Com: Amanda Crew, Elias Koteas, Virginia Madsen, Kyle Gallner, Martin Donovan, Kellan Rhude, D. W. Brown, Ty Wood.
Local de Filmagem: Teulon, Manitoba, Canada e Winnipeg, Manitoba, Canada.
Produção: Paul Brooks, Daniel Farrands, Phyllis Laing, Wendy Rhoads, Andrew Trapani
Roteiro: Adam Simon e Tim Metcalfe
Fotografia: Adam Swica
Trilha Sonora: Robert J. Kral
Distribuidora: Imagem Filmes e Lionsgate
Estúdio: Gold Circle Films e Integrated Films & Management
¨

SINOPSE
Baseado em uma história verídica e assustadora, o longa metragem relata o encontro de uma família com as forças obscuras do sobrenatural.

Quando a família Campbell se muda para Connecticut, afim de proporcionar maior conforto ao jovem Matt, interpretado por Kyle Gallner – o garoto de Smallville que interpreta o The Flash -  ["Smallville" como Bart Allen, A Nightmare on Elm Street (2010) e Jennifer’s Body (2009)] que está submetido a um tratamento alternativo de combate ao câncer, em um hospital na cidade, acabam alugando uma antiga casa, grande e muito bem localizada, por um preço muito abaixo do seu real valor.

27haunting_600

A mãe de Matt, Sara Campbell, é interpretada por Virginia Madsen [Wonder Woman (2009),

Passados uns dias, eles descobrem que a casa possui uma história perturbadora: além ter sido uma funerária onde fatos inconcebíveis aconteceram, Jonah, o filho sensitivo do ex-proprietário da casa, tinha a função de mensageiro espiritual, oferecendo um canal para as entidades espirituais que quisessem se comunicar com seu entes vivos.

Jonah a ponte entre os que ficaram e os que foram, está na casa novamente e ele quer se comunicar através de Matt com a nova família que está na casa.

the_haunting_in_connecticut05

CRÍTICA
Segundo o website original do longa metragem, a história é real. Como muitas outras histórias de espíritos assombrando casas e outros lugares, por todo o planeta, essa parece convincente.

Não são monstros ou demônios. Mas sim almas que de certa forma, estão presas no nosso universo, entre nós os vivos, como resultado de experimentos que mexem com o mundo dos mortos. Quantas histórias já ouvimos de pessoas que se curaram repentinamente após terem tido algum contato com o mundo espiritual? Pois é, essa é mais uma e acho que convence.

O filme prende nossa atenção do começo ao final. Tem algumas pessoas que acham que da metade do filme ao fim, deixa a desejar. Não é o caso, podem ir aos cinemas assistir, pois, sendo real ou não, dá um medo do inferno! É um dos filmes de terror do gênero assombração com espíritos dos últimos 2 anos, que mais chama nossa atenção e que vale a pena assistir!

2009_the_haunting_cennecticut_wallpaper_004

Só uma dica, não façam a “brincadeira da copo” ou qualquer coisa parecida, pois se der errado, vocês estarão em maus lençóis! De qualquer forma o longa é ótimo, boas atuações, ótima direção e efeitos de primeira.

Vale comentar que no filme não há nada de “brincadeira do copo”, pois já sei que vão haver alguns leitores nervosinhos que vão comentar o que eu disse. O fato é que essa brincadeira é uma maneira de se comunicar com espíritos e, eu pessoalmente, já ouvi falar de pessoas que fizeram e a coisa acabou mal de alguma maneira. Em nenhum momento os personagens fazem a “brincadeira do copo”, mas eles fazem sessões com pessoas com dom da mediunidade. Sendo assim, o ponto principal de uma coisa ou outra, é contatar os espíritos de pessoas mortas, seja através do “copo” ou de uma pessoa com algum dom mediúnico.

bom filme!
roberta vieira
www.hauntinginconnecticut.com
www.myspace.com/hauntinginct

HauntingInConnecticut-CLIP

Assista ao trailer abaixo.

EVOCANDO ESPIRITOS – 2009 (The Haunting in Connecticut)

*

Leia sobre a história verdadeira!

REAL STORY OF THE HAUNTING IN CONNECTICUT

In 1987, a particularly nightmarish haunting occurred in Southington, Connecticut, to a family that had just moved in to a long empty house on Meriden Avenue.

Soon after settling in, the family discovered a small graveyard in back, an embalming chamber in the basement, and drawers full of creepy corpse photographs: their new house had previously been a Funeral Home dating back to the 1920s.

Almost immediately, the family began to experience paranormal activity – strange sounds, changes in temperature, and the appearance of mysterious figures

As the family’s lives and sanity were pushed to the edge, the mother contacted Ed and Lorraine Warren for help.  Famous demonologists and paranormal investigators, the Warren’s had investigated the famed Amityville Horror case, and were the founders of the New England Society for Psychic Research.

Through their help, the family was able to uncover the terrible secrets lurking in the house and to confront the most shocking evil spirits ever seen in an American haunting.

Anúncios

After Dark Horrorfest I – 2006

Lista dos 8 Filmes que Vão Matar Você de Medo

8_Films_To_Die_For_-_After_Dark_Horrorfest_R1_Custom-[cdcovers_cc]-front

É preciso ter em mente que o gênero “terror” tem mais liberdade para criar e produzir um longa metragem, mesmo que o elenco não seja tão conhecido ou até totalmente desconhecido, o que vale é o suspense que resulta em bons sustos, assim como um enredo bem amarrado que sempre direciona a platéia, após um susto, a uma nova expectativa de mais um outro grande susto, enfrentando junto com os personagens seus terrores, ou a descobrir no final o verdadeiro assassino.

De fato, nem uma maquiagem mal feita estraga um filme de terror bem dirigido e com um roteiro bem escrito. Lógico que os efeitos especiais vieram para proporcionar a nós uma maior conexão com a história, bem como nos aterrorizar com mais excelência, mas não são os efeitos especiais que fazem um bom filme de terror, mas sim, a história e a direção que são pontos fundamentais para o sucesso de qualquer longa do gênero, por exemplo, Stephen King que em “The Dead Zone” (81 episodes, 2002-2007) nos proporciona um suspense de matar, mas sem monstro e sangue, mas com premonições e bons roteiros e em The Mist (2007) que já esteve nos cinemas e, além de monstros e bastante sangue, tem um suspense fantástico com um final sensacional.

Mesmo com apenas um fantasma, alguns objetos assustadores e efeitos sonoros bem mixados e adicionados a cena, bons diretores fazem dessa o maior suspense aterrorizante pelo tempo que eles quiserem e nos nos deleitamos quando nos deparamos com filmes desse naipe.

Contudo ainda temos os filmes de terror que não são tão bem feitos, mas o tema nos atrai, e se o conjunto, ou seja, a atuação, maquiagem, efeitos sonoros, efeitos especiais, bom roteiro e boa direção estão em sintonia, os sustos, no mínimo estão garantidos, bem como uma boa diversão.

Abaixo, seguem os 8 filmes de terror que vão deixar você morto de medo!

SINOPSES e CRÍTICAS dos 8 FILMES de TERROR do Festival After Dark Horrorfest 2006.

Dark Ride / Trem Fantasma – 2006

dark_ride Ficha Técnica
Título no Brasil: Trem Fantasma
Título Original: Dark Ride
País de Origem: EUA
Gênero:  Terror
Classificação: 18 anos
Duração: 94 minutos
Ano de Lançamento:  2006
Site Oficial:
www.darkride.com
Estúdio/Distrib.: Imagem Filmes
Direção:
Craig Singer

SINOPSE

Um grupo de seis estudantes saem em viagem no feriado, no caminho eles resolvem parar em um parque de diversão que acabara de chegar na cidade, uma das atrações, a “Dark Ride” (Trem Fantasma) atrai a atenção do grupo e vai proporcionar o maior passeio aterrorizante de suas vidas. Mas o que eles não sabem é que a 10 anos atrás duas garotas foram brutalmente assassinadas nessa mesma atração, e pior, o assassino escapou.

NDVD_001.BMP

CRÍTICA

O tema é bem explorado, mas ainda atrai nossa atenção, o famoso brinquedo dos parques de diversão, Trem Fantasma, que em qualquer lugar do mundo é sempre uma das principais atrações, mesmo que os efeitos sejam extremamente mal feitos. Já o longa é no mínimo divertido, tem bons sustos, a maquiagem é ok, as atuação são medianas, assim como o elenco, mas no geral o suspense prevalece e o enredo é bem amarrado, sendo assim, preparem-se e vejam quem morre primeiro!

Confira o trailer abaixo!

Dark Ride – 2006

The Abandoned / Abandonada – 2006

abandoned Ficha Técnica
Título no Brasil: Abandonada
Título Original: The Abandoned
País de Origem: Espanha, UK, Bulgária
Gênero: Terror
Classificação: 18 anos
Duração: 99 minutos
Ano de Lançamento: 2006
Site Oficial:
http://www.theabandonedonline.com/
Estúdio/Distrib.:
After Dark Films
Direção:
Nacho Cerdà

SINOPSE

Uma produtora de filmes americana, contrata um investigador particular russo, para descobrir quem são seus pais biológicos, já que a mesma é adotada. O investigador a contata e solicita que ela vá a Rússia ao encontro dele, pois o mesmo descobriu a sua procedência. Ao informar o nome de sua mãe natural, o investigador também comunica que além de estar morta, ela havia deixado de herança uma fazenda no meio das montanhas, abandonada e isolada por um rio. Marie ou Milla segue viagem para lá e nem imagina com quem ela vai encontrar, o que ela vai encontrar e pior, como ela vai conseguir voltar.

abandoned_wp1_1024

CRÍTICA

Confuso, mas assustador, essas são as primeiras sensações que o longa passa. Repleto de efeitos especiais, e diga-se de passagem, muito bem feitos, a história é bem bolada, mas demora um pouco para pegar a essência da trama. O suspense é de matar de susto a cada segundo do filme, minha sugestão é que assistam a tarde, mas em hipótese alguma o façam a noite, pois sua imaginação vai comê-lo vivo. No mais, o elenco é desconhecido, a fotografia do filme é excelente, bem como a direção de arte que fazem o filme horripilante, dos 8 filmes da lista, esse e “Penny Dreadful“ são os mais assustadores, vale a pena sim assistir!

Confira o trailer abaixo!

The Abandoned – 2006

Unrest / Cadáveres – 2006

unrest Ficha Técnica
Título no Brasil: Cadáveres
Título Original: Unrest
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Classificação: 16 anos
Duração: 85 minutos
Ano de Lançamento: 2006
Site Oficial:
www.unrestfulmovie.com

Estúdio/Distrib.: Focus Filmes

Direção: Jason Todd Ipson

SINOPSE

Quatro estudantes de medicina iniciam o primeiro ano com aulas de anatomia, onde seus limites serão testados enquanto dissecam cadáveres. Alison, uma das estudantes, ao deparar-se pela primeira vez com seu cadáver, cujo apelido é Nora, começa a ter maus presságios, como se alguma coisa não estivesse certo com respeito a Nora e a maneira pela qual a mesma morreu. Atéia, Alison começa a desenvolver um comportamento obsessivo em relação a Nora, alegando estar tendo visões sobrenaturais, das quais seus companheiros de grupo e seu professor duvidam, até que alunos e funcionários do hospital começam a morrer e Alison tem que descobrir o mistério de Nora antes que seja tarde de mais.

unrest31280

CRÍTICA

Não é um filme de terror muito assustador, é o clássico cadáver que vem com uma maldição qualquer e começa a matar todo mundo. Não é nada de mais, mas para os loucos por terror, assistam pois é diversão, vale comentar que em termos de maquiagem o longa deixa a desejar um pouco, nada que estrague os pequenos sustos! Quantos aos efeitos, também são básicos, nada que nos pregue grandes susto! De fato prende nossa atenção, os cadáveres são uma coisa!

Confira o trailer abaixo!

Unrest – 2006

Penny Dreadful / Encontro Com a Morte – 2006

Penny Dreadful (2) Ficha Técnica
Título no Brasil: Encontro Com A Morte
Título Original: Penny Dreadful
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Classificação: 16 anos
Duração: 92 minutos
Ano de Lançamento: 2006

Estúdio/Distrib.: After Dark Films e Brandes Films International
Direção:
Richard Brandes

SINOPSE

Depois de ter os pais mortos em um violento acidente de automóvel, a jovem Penny Dearborn, interpretada por Rachel Miner – atriz que aparece em dois filmes dos dois festivais de horror, 2008 e 2009, bem como em outros filmes – Butterfly Effect: Revelation (2009), Tooth & Nail (2007) e The Black Dahlia (2006), começa a ter fobia de carros. Para vencer essa fobia, ela procura um terapeuta e encontra pela frente uma médica determinada a acabar com seus terríveis medos. Essa médica é Orianna Volker, interpretada por Mimi Rogers [Lost in Space (1998) e “Tales from the Crypt”], que sugere à jovem que  ambas façam uma longa viagem de carro para que ela possa confrontar seu medo. No entanto, o que parecia ser uma cura vira o pior dos pesadelos, pois ao dirigir no meio das montanhas gelas e durante a noite, Orianna acaba atropelando uma pessoa, que a princípio sai ilesa do acidente e que em troca de uma carona, a mesma não iria a polícia. Orianna concorda em levar o estranho até uma estrada de terra no meio do nada, longe da estrada principal. Quando ele desce do carro, elas percebem a grande estupidez que fizeram!

penny

CRÍTICA

Dois 8 filmes dessa lista, esse é o que mais deixa agente tenso. A grande arte de se fazer um filme de terror sem usar efeitos ou maquiagem estão comprovadas nesse longa, que deixa agente apavorado do começo ao fim, principalmente por não sabermos até o final do filme, se as personagens estão lidando com o natural ou supernatural. Só uma imagem da mão do carona no banco de trás do carro, faz agente ter um “chilique” no sofá. O suspense é de matar de medo, principalmente se assistirmos a esse longa a noite. As interpretações são excelentes, assim como a direção. Não deixem de assistir a esse longa!

Confira o trailer abaixo!

Penny Dreadful – 2006

The Gravedancers / Carta Para a Morte – 2006

gravedancers Ficha Técnica
Título no Brasil: Carta Para a Morte
Título Original: The Gravedancers
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Classificação: 16 anos
Duração: 96 minutos
Ano de Lançamento: 2006

Estúdio/Distrib.: Imagem Filmes
Direção:
Mike Mendez

SINOPSE

Três amigos se reencontram no enterro de um velho amigo.  Após o funeral os três vão a um bar relembrar os velhos tempos e resolvem voltar ao cemitério para uma última despedida, no túmulo eles encontram uma carta que mudará suas vidas para sempre. Ao dançarem em cima de túmulos, como manda a carta, os três despertarão a fúria dos mortos e enfrentarão o maior terror de suas vidas.

tg

CRÍTICA

O filme em si não é ruim, mas deixa a desejar em função dos alguns efeitos especiais e da maquiagem bem meia-boca. Alguns efeitos até passam, mas o conjunto, atores, direção, efeitos não ajuda, apesar da história ser bem original, é mais um filme de terror com pessoas suspensas em cabos atrás de fundos verdes, com maquiagens bem mal feitas e atuações bem ruins. Para quem quer uma diversão, esquece, mas para os que seguem os festivais de terror e não querem perder nada, assistam, é no mínimo um passa-tempo!

Confira o trailer abaixo!

The Hamiltons / Os Hemiltons – 2006

The Hamiltons 2006 (5) Ficha Técnica
Título no Brasil: Os Hamiltons
Título Original: The Hamiltons
País de Origem: USA
Gênero: Terror
Classificação: 18 anos
Duração: 86 minutos
Ano de Lançamento:  2006
Site Oficial:
www.sffilms.tv/thehamiltons/
Estúdio/Distrib.: San Francisco Independent Cinema e After Dark Films
Direção:
Mitchell Altieri e Phil Flores

SINOPSE

A princípio eles são uma família comum, mas algo ruim corre em suas veias. Órfãos de pai e mãe, os Hamiltons, sendo os gêmeos Wendell e Darlene mais os dois irmãos David e Francis, além de um quinto irmão que é revelado somente no final do filme,  trabalham e estudam, cuidam da casa e uns dos outros. Os irmãos Buscam manter um perfil discreto entre as comunidades em que vão passando, pois eles mudam com freqüência de casa. No entanto a família possui uma doença que faz com que eles tenham que cometer atrocidades para sobreviver.

The Hamiltons 2006 (7)

CRÍTICA

Dois oito filmes, esse é o que tem a história mais original, segundo o tema, que não vou revelar se não perde a graça. Se o filme é bom? Não é dos melhores, mas mantém nossa atenção em função do mistério que gira em torno da família. Não é sangrento, não tem absolutamente nada de mais, é somente mais um filme de terror abaixo da média, mas que dar para divertir um pouco.

Confira o trailer abaixo!

The Hamiltons – 2006

Rinne / Reincarnation / Almas Reencarnadas – 2005

reincarnation Ficha Técnica
Título no Brasil: Almas Reencarnadas
Título Original: Rinne
País de Origem: Japão
Gênero: Terror
Classificação: 14 anos
Duração: 95 minutos
Ano de Lançamento: 2005

Estúdio/Distrib.: Paris Filmes
Direção:
Takashi Shimizu

SINOPSE

Após a primeira onda de remakes de filmes de horror orientais em Hollywood, os produtores americanos resolveram ir além: importar os diretores asiáticos que originaram a revitalização do terror no cinema. O caso mais famoso é de Takashi Shimizu, que ganhou notoriedade no Japão com “Ju-On” e, poucos anos depois, foi convidado a refazer o filme em Hollywood. O resultado foi “O Grito”, que vai ganhar seqüência também dirigida por Shimizu. O diretor Shimizu disse em entrevistas que o mistério será um dos principais ingredientes do novo filme. “Essa maldição não vai terminar, na verdade, vai se espalhar”, adiantou o cineasta ao site Sci-Fi Wire. Para aumentar o clima de horror dos filmes asiáticos, O Grito 2 foi filmado em Tóquio, no Japão, e boa parte do elenco é japonês. Já o terror “Rinne”, conhecido nos EUA como “Reincarnation” e aqui no Brasil como “Almas Reencarnadas”, é o novo trabalho do diretor antes de “O Grito 2”. No trama do filme, um professor universitário inicia um massacre num hotel turístico, matando 11 hóspedes e funcionários. Enquanto filma seus atos com uma câmera 8mm, ele esfaqueia uma vítima após a outra, enquanto elas tentam fugir. Trinta e cinco anos depois, Matsumura (Kippei Shiina) é um diretor que quer transformar esse crime em filme. Intitulado Memory, ele convida a atriz Nagisa Sugiura (Yuuka) para interpretar a heroína de seu projeto. Mas, quando o início das filmagens se aproxima, Nagisa começa a ter alucinações e sonhos assustadores.

rinne

CRÍTICA

Quem disse que esse filme é uma obra prima, bem como um dos melhores filmes de terror de todos os tempos, mesmo que classificado apenas como terror psicológico, viajou, cheirou cola, comeu inseto ou faltou na escola, os efeitos especiais são realmente fantásticos e a direção também, mas ainda assim não convence! Tem gente que curte filme Japonês, eu pessoalmente não sou fã pois a língua impede que haja uma conexão do público com o longa.

Eu já assisti a alguns filmes de origem japonesa e coreano, e acreditem, são fantásticos, nesse filme o que vale é a história que é interessante, mas como eu disse antes, é difícil criar uma conexão com o longa ou qualquer personagem, acredito que só vale assistir aqueles que curtem filme Japonês. Talvez seja preciso acostumar com a língua, assim como fizemos com o inglês, pois não é a falta de entendimento das falas, mas sim a sonoridade que é super diferente.

Confira o trailer abaixo!

Reincarnation – 2005

Wicked Little Things / Zombies – 2006

wicked_little_things Ficha Técnica
Título no Brasil: Zombies
Título Original: Wicked Little Things / Zombies
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Classificação: 16 anos
Duração: 161 minutos
Ano de Lançamento: 2006
Estúdio/Distrib.: California Home Vídeo
Direção:
J.S.Cardone

SINOPSE

A recém viúva Karen Tunny e suas duas filhas, Sarah e Emma, se mudam para uma casa, numa remota montanha, herdada por Karen que pertencia a família de seu marido. Todavia, ela não tem consciência de que a casa fica perto de uma velha mina onde, no início do século XX, crianças eram usadas em trabalhos forçados nas minas de carvão pertencente a uma família local, cujos quais eram os magnatas da cidade, até que um dia uma tragédia fez com que várias crianças morressem soterradas e dessa tragédia nasceu um mal que anda a solto nas montanhas.

wlt

CRÍTICA

Se analisarmos esse filme como um todo, ele é bom, não excelente, mas assusta. Se não fosse a maquiagem bem básica das crianças, seria bem mais apavorante. O longa é bem dirigido, tem um elenco conhecido e que atua bem para um filme de terror, que na minha opinião é uma arte fazer interpretação do medo, o que nesse caso o elenco fez na média, nada de mais. A história é legal, prende nossa atenção, mas o conjunto foi mal executado, roteiro, direção e efeitos. Dá para assistir?  Sim, é um entretenimento bem divertido para uma tarde assistindo a filmes de terror. Tem filmes terror melhores do que esse? Tem! Mas o que vale aqui é assistir aos 8 filmes do festival e no mínimo dar boas risadas, entre bons sustos e medos apavorantes!

Confira o trailer abaixo!

Wicked Little Things – 2006

Agora que você já sabe tudo sobre os 8 filmes do Festival de Terror After Dark Horrorfest 2006, visite o site.

http://www.horrorfestonline.com/

http://www.horrorfestonline.com/archive/2006/index.html

Twilight – 2008 (Crepúsculo)

O Vampiro Com o Maior Sex Appeal da História do Cinema, Edward É Simplesmente Irresistível!

twilight_ver2 Direção: Catherine Hardwicke
Com: Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner, Michael Welch, Justin Chon, Peter Facinelli, Kellan Lutz.
Local de Filmagem: 218 Rim Drive, Washougal, Columbia River Gorge, Washington, USA; Blue Heron Paper Company – 419 Main Street, Oregon City, Oregon, USA; Clackamas Community College, Oregon City, Oregon, USA; Corbett Elementary School – 35800 East Historic Columbia River Highway, Corbett, Columbia River Gorge, Oregon, USA; Indian Beach, Ecola State Park – Highway 101, Cannon Beach, Oregon, USA; Kalama High School – 548 China Garden Road, Kalama, Washington, USA; Kalama, Washington, USA; Madison High School, Portland, Oregon, USA; Mount St. Helens, Mount St. Helens National Volcanic Monument, Washington, USA; Multnomah Falls Lodge – 5000 E Historic Columbia River Hwy, Corbett, Columbia River Gorge, Oregon, USA; Multnomah Falls, Columbia River Gorge, Oregon, USA; Oxbow Regional Park, Sandy River Gorge, Oregon, USA; Portland, Oregon, USA; Salmon River, Oregon, USA; Santa Clarita, California, USA; Silver Falls State Park, Sublimity, Oregon, USA; St. Helens High School, St. Helens, Oregon, USA; Stonecliff Inn Restaurant & Bar – 17900 S. Clackamas River Drive, Oregon City, Oregon, USA; The Shire – 28852 State Route 14, Prindle, Columbia River Gorge, Washington, USA; The View Point Inn, Corbett, Columbia River Gorge, Oregon, USA; Vancouver, Washington, USA – (Sammi) e Vernonia, Oregon, USA.
Produção: Greg Mooradian, Mark Morgan, Karen Rosenfelt
Roteiro: Melissa Rosenberg e adaptação da Obra de Stephenie Meyer
Fotografia: Elliot Davis
Distribuidora: Paris Filmes
Estúdio: Maverick Films

Da diretora Catherine Hardwicke, “Twilight” ou “Crepúsculo” é seu primeiro longa-metragem que encabeça as bilheterias por todo o mundo, pelo menos por onde já tenha estreado. Ela dirigiu somente outros 3 filmes antes desse: The Nativity Story (2006), Lords of Dogtown (2005) e Thirteen (2003) – em seu currículo também há outras inúmeras participações, por exemplo, como designer de produção em Vanilla Sky (2001).

twilight_ver1

Adaptação de uma série de dez histórias criadas e escritas pela americana Stephenie Meyer, (www.stepheniemeyer.com) “Twilight” ou “Crepúsculo” é uma história que poderia ser como qualquer outra, se não fosse  por um  elemento irresistível: o objeto da paixão da protagonista é um vampiro.

O filme já tem continuação, que por sinal é outro projeto baseado nas histórias da escritora Stephenie Meyer, New Moon está em produção e deverá ter sua estréia mundial em 2010 – continuação de Twilight (2008) – New Moon (2010).

A autora ainda comenta em seu site oficial que está decepcionada com a saída da diretora Catherine Hardwicke do segundo longa da franquia.
“Sentirei falta dela, não somente porque ela é uma diretora brilhante, mas também porque é uma amiga. Ela fez coisas maravilhosas em “Crepúsculo, contou a escritora, que se revelou uma grande fã de Hardwicke. Entretanto, Meyer conta que a presença da diretora estará oculta em “New Moon”. “Ela não nos deixou de mãos vazias, ainda vamos nos beneficiar de seu ótimo elenco e do cenário que ela criou”, completou.
No lugar de Hardwicke, Chris Weitz (A Bússola de Ouro) foi contratado para o cargo de diretor. Apesar de lamentar a saída da diretora de Crepúsculo, Meyer revelou estar satisfeita com a escolha de Weitz. “Tive a oportunidade de conversar com Chris e posso dizer que ele está bem animado com a história e quer manter o filme o mais fiel possível ao livro“, contou.
Meyer também contou que Weitz deve agradar os fãs com a fidelidade à obra e que confia no seu talento para um bom resultado. “Estou animada em trabalhar com ele, afinal é o responsável por um dos meus filmes favoritos, “Um Grande Garoto”. Acredito que ele trará uma visão boa a “New Moon”, completou.
As filmagens de “New Moon” acontecerão na Itália. O segundo filme vai mostrar a vida de Bella em sua fase mais “escura”, como a lua nova, na qual Edward a deixa para sua própria segurança.

Para a galera que esperou para ver no cinema, a estréia é nesta sexta-feira, dia 19 de Dezembro de 2008 em todas as salas de cinema do país. Mas para quem está sem tempo ou quem não quer esperar até lá, já dá para assistir via torrent.

twilight_ver4

Kristen Stewart [Into the Wild (2007), The Messengers (2007) e In the Land of Women (2007)], interpreta Isabela Swan, conhecida como Bella, uma jovem adolescente que vai morar com seu pai na nublada e chuvosa cidadezinha de Forks, depois que sua mãe decide casar-se novamente. Bella, além de ter que viver em uma cidade extremamente  provinciana, na qual aparentemente todos se conhecem e se adoram, vai ter que se habituar a morar com um pai com quem nunca conviveu.

Forks é o último lugar onde Bella gostaria de viver, pelo menos é o que ela pensa até o primeiro dia de aula. No intervalo para o lanche, Bella toma conhecimenta da existência de um rapaz chamado Edward Cullen, interpretado por Robert Pattinson [New Moon (2010), Little Ashes (2008) e Harry Potter and the Order of the Phoenix (2007)],  e desde esse momento, ela fica fascinada por ele, que esconde um segredo obscuro, conhecido apenas por sua família.

twilight_ver5

Eles se apaixonam, mas Edward sabe que quanto mais avançam no relacionamento, mas ele está colocando Bella e aqueles à sua volta em perigo. Quando ela descobre que Edward é, na verdade, um vampiro, ela age contra todas as expectativas imaginadas e não tem medo da sede de sangue de seu grande amor, mesmo sabendo que ele pode matá-la a qualquer momento.

twilight_ver3

Bella, interpretada por Kristen Stewart vem fazendo ótimos filmes, é o tipo de atriz que, seja qual for o personagem que ela interprete, sempre faz com que agente se envolva na trama, ela atrai nossa atenção e sempre nos emociona. Quando ela é colocada ao lado de Robert Pattinson, o resultado é fantástico, pois ele é enigmático, extremamente sensual e, ao lado dela no filme, formam um casal apaixonante, é impossível tirar os olhos deles durante todo o filme, eles juntos geram uma espécie de atração visual irresistível, somado a beleza única de Robert Pattinson, que sinceramente, é de passar mal o filme todo, dando então para entender porque Bella não dá a mínima pelo fato dele ser um vampiro, pois, não só Robert Pattinson mas o seu personagem incorporado, Edward Cullen, formam o perfeito sex appeal aos olhos de qualquer mulher, com um olhar daqueles, qualquer mulher vira o pescoço e diz: Me morde!

Robert Pattinson, Kristin Stewart,Twilight, April 7, 2008

Além do casal puro sex appeal e sobrenatural, o filme é realmente excelente, desde a direção, roteiro e produção – efeitos especiais – tudo se encaixou com perfeição, proporcionando para o público um filme de vampiro diferente de todos já feitos até hoje. A fotografia do filme é magnífica, misturada ao romance de Bella e Edward, formam cenas deliciosas de serem assistidas.

twilight-backlot-21

Edward é com certeza perigoso, mas um perigo que qualquer mulher escolheria correr. Em um universo fantasioso, onde os personagens construídos pela autora Stephenie Meyer, humanos ou não, se mostram de tal forma similares em seus dilemas e  comportamentos que o sobrenatural chega a parecer parecer real. Meyer torna perfeitamente possível e irresistível a paixão de uma garota de 17 anos por um vampiro, também de 17 anos mas que tem vivido pelos últimos 100. Vegetariano, ou seja, que só bebe sangue de animais, Edward tem um olhar que faz qualquer mulher se arrepiar, mesmo que seja a mais terrível criatura de todos os tempos, um vampiro extremamente sensual e encantador.

A história é muito bem sacada, não tem aqueles lances vampirescos tradicionais, como dormir em caixões, morder pessoas durante toda a história, violência sanguinária, nada disso, é uma história de amor entre uma garota e um vampiro.

twilight_ver6

É uma estréia imperdível, acredito que vai agradar a todos, lógico que sempre tem um grupo que não curte histórias de vampiros, mas para esse grupo, meu conselho é dar uma chance, pois o filme é diferente dos filmes já feitos até hoje com esse tema.

As filas serão longas, mas no final compensa! Não deixem de visitar o site oficial do filme, o site americano, que é muito legal, e não o brasileiro que é uma porcaria,

bom filme!

roberta vieira

twilight 2008 00

www.twilightthemovie.com

www.crepusculofilme.com.br

Confira o trailer abaixo

Twilight – 2008 (Crepúsculo)

Twilight – 2008 (Crepúsculo)

Blindness – 2008 (Ensaio Sobre a Cegueira)

Luz no Final do Túnel… 

blindness_ver3

Direção: Fernando Meirelles
Com: Mark Ruffalo, Julianne Moore, Yusuke Iseya, Yoshino Kimura.
Website oficial: www.ensaiosobreacegueirafilme.com.br
Estúdio: O2 Filmes / Rhombus Media / Bee Vine Pictures
Distribuição: 20th Century Fox Brasil / Miramax Films
Roteiro: Don McKellar, baseado em livro de José Saramago
Produção: Andrea Barata Ribeiro, Niv Fichman e Sonoko Sakai
Música: Marco Antônio Guimarães
Fotografia: César Charlone
Desenho de Produção: Matthew Davies e Tulé Peake
Direção de Arte: Joshu de Cartier
Figurino: Renée April
Edição: Daniel Rezende

Do mesmo diretor de Cidade de Deus (2002) e The Constant Gardener (2005), ambos os filmes nomeados ao Oscar, “Blindness” ou “Ensaio Sobre a Cegueira” está em cartaz nos cinemas dos principais estados brasileiros desde 12 de Outubro de 2008, e é o longa metragem com “um ambiente multiétnico bastante propício tanto ao caráter multinacional da produção quanto à universalidade da parábola de Saramago. Há personagens de três raças, atores de distintas latitudes e locações distribuídas entre três países.” (Brasil, Canadá e Uruguai) – trecho escrito por  CARLOS ALBERTO MATTOS (Uma Luz Forte, Mas Breve – 12/9/2008).

O longa trata uma inédita e inexplicável epidemia de cegueira que atinge uma cidade – que não fora identificada no filme. Chamada de “cegueira branca”, já que as pessoas atingidas apenas passam a ver uma superfície leitosa, a doença surge inicialmente em um homem no trânsito e, pouco a pouco, se espalha pelo país. À medida que os afetados são colocados em quarentena e os serviços oferecidos pelo Estado começam a falhar as pessoas passam a lutar por suas necessidades básicas, expondo seus instintos primários.

blindness

Nesta situação a única pessoa que ainda consegue enxergar é a mulher do médico – que não possui nome na história e é interpretada por Julianne Moore [Shelter (2009), Hannibal (2001) e The Forgotten (2004)], ela é esposa do Doutor – que também não possue nome na história, interpretado por Mark Ruffalo [Shutter Island (2009), Reservation Road (2007) e Zodiac (2007)], que é um médico oftalmologista e responsável pelo atendimento do primeiro infectado.

blindness-4

A mulher do médico não que ficar afastada dele durante a quarentena, sendo obrigada a permanecer no isolamento junto com o mesmo e com todos os infectados pela cegueira, o que é uma ironia, já que ela é a única pessoa que pode estabelecer qualquer ordem mínima no local.

O filme ainda conta com mais três nomes de peso, a brasileira Alice Braga [Redbelt (2008) e I Am Legend (2007)], o astro Gael García Bernal [Babel (2006) e Diarios de motocicleta (2004)] e Danny Glover [Saw V (2008) e Lethal Weapon 4 (1998)].

blindness_01_502

“Ensaio sobre a Cegueira” é uma obra literária de José Saramago,  famoso escritor português e para aqueles que já leram o livro, vale a pena assistir ao filme, não comparem filme com livro, são artes diferentes que propõe emoções diferentes, é a mesma história, mas contada sob o ponto de vista de Feranado Meirelles.

blindness_03

Excelente e muito diferente do que era esperado, mas extremamente interessante, prende do começo ao fim. Tem uma visão focada no grupo de pessoas em quarentena e não no caos da cidade. Isso torna a história misteriosa pois quase não vemos como a cidade e o mundo está lidando com o fato, do ponto de vista do caos.

blindness_04 

Estar cego em um mundo de cegos não torna as pessoas mais amenas, mais receptivas ou até mesmo mais humildes, ao contrário disso, as pessoas se tornam mais agressivas, obscuras e violentas.

Assistam, é uma boa pedida entre os lançamentos da temporada. Lembrem, não é um filme no estilo gringo americanizado, é um longa metragem limpo, sem efeitos e inclusive nenhum personagem tem nome!

bom filme!

roberta vieira

http://www.blindness-themovie.com/

blindness_ver10

Confira o trailer abaixo

[clearspring_widget title=”Widget” wid=”47f918fcf632a380″ pid=”491ee8a4c1f5d7e4″ width=”420″ height=”675″ domain=”widgets.clearspring.com”]

Hellboy II: The Golden Army – 2008 (Hellboy II – O Exército Dourado)

rv-hellboy_two_2008-35 Dirigido por Guillermo del Toro, temos a continuação de Hellboy, um garoto com aparência de demônio e a mão direita feita de pedra, que luta contra o mal na companhia de outros seres “diferentes” aliciados pelo FBI.

Melhor que o primeiro, Hellboy 2 é sim o tipo de filme que muitos não gostam de assistir, mas deveriam ao menos dar-lhe uma chance. O filme é magnífico, não por sua excelente direção, mas pela riqueza da maquiagem, dos efeitos especiais, dos detalhes, do figurino.  É esplêndido, e lógico que somando tudo isso ao herói demônio, tem-se uma receita de sucesso.

Meninas, garotas e moças, dêem uma chance a seus namorados, amigos, maridos e assistam, no mínimo vocês vão se divertir com tamanha aventura, suspense e bastante comédia, que é uma marca nesse filme!

Vale comentar a “fada dos dentes” (veja nas fotos ao lado), é muito bem feito, o rostinho é único, o “mercado dos trolls” também tem uma riqueza de efeitos especiais e de figurino, como eu disse, vejam nos cinemas.

hell02

hell00

Para os desavisados de plantão, não esqueçam, é um filme fantasioso, no estilo Herry Potter, Senhor dos Anéis somado ao Duro de Matar. Mesmo assim, é fantástico!

Confira o trailer ao lado.

bom filme!

roberta vieira

http://www.hellboyiioexercitodourado.com.br/

http://www.hellboymovie.com/

[clearspring_widget title=”Hellboy II: The Golden Army” wid=”484910cf03f9284f” pid=”48bf0e75fc4a8958″ width=”300″ height=”400″ domain=”widgets.clearspring.com”]